Tragédia Do Meco «Eu como mãe já estava descansada, ele já estava bem encaminhado na vida»

Fátima Negrão, progenitora de Pedro, um dos seis jovens que morreram no mar do Meco durante uma praxe na noite de 15 de dezembro de 2013, insiste que quer falar com o dux, o único sobrevivente da tragédia.

Tragédia Do Meco «Eu como mãe já estava descansada, ele já estava bem encaminhado na vida»

Tragédia Do Meco «Eu como mãe já estava descansada, ele já estava bem encaminhado na vida»

Fátima Negrão, progenitora de Pedro, um dos seis jovens que morreram no mar do Meco durante uma praxe na noite de 15 de dezembro de 2013, insiste que quer falar com o dux, o único sobrevivente da tragédia.

Fátima Negrão, mãe de Pedro Negrão, um dos seis jovens que morreram no mar do Meco numa praxe da faculdade, na madrugada de 15 de dezembro de 2013, continua a dizer que «enquanto o dux Gouveia não lhe responder às dúvidas», não «vai ficar de braços cruzados».

Passados seis anos da morte do seu filho Pedro, no mar do Meco, devido a uma praxe académica, como está a sua vida?

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Impala Instagram


RELACIONADOS