Sofia Ribeiro lembra o dia em que soube que tinha cancro da mama: “Desatei a rir”

Sofia Ribeiro partilha com os fãs um testemunho emocionante do dia em que soube que tinha cancro, há cinco anos

Sofia Ribeiro lembra o dia em que soube que tinha cancro da mama: “Desatei a rir”

Sofia Ribeiro lembra o dia em que soube que tinha cancro da mama: “Desatei a rir”

Sofia Ribeiro partilha com os fãs um testemunho emocionante do dia em que soube que tinha cancro, há cinco anos

Sofia Ribeiro fez um testemunho emocionante nas redes sociais. A atriz soube que tinha cancro da mama há precisamente cinco anos, no dia 13 de novembro de 2015, que calhou, tal como aconteceu este ano, numa sexta-feira. A atriz partilhou, no Instagram, um trecho do seu livro, Confia, que conta o momento em que soube que estava doente.

“Como assim um carcinoma? Desatei a rir, como sempre acontece desde de miúda quando fico muito nervosa. Vi que ele falava, mas não ouvia. Sabia que o médico me estava a dizer que o caroço que tinha era, afinal, um cancro, mas só sentia o barulho ensurdecedor. Como um rádio mal sincronizado, o que me chegava era tudo o que não queria saber”, assim começa o texto.

Sofia Ribeiro queria acreditar que aquele diagnóstico “talvez fosse um engano” e que talvez pudesse “repetir os exames”, mas o seu coração sabia que a sua “vida estava prestes a mudar para sempre”.

“Lembro-me do ar preocupado com que o médico explicava a ‘lesão na mama esquerda’. Lembro-me de perceber uma série de palavras que nunca julguei poder definir um estado e um caminho que seriam meus. Tratamentos, protocolos, quimioterapia, como assim? Então, e a minha vida? O que faço com ela enquanto o meu corpo decide se vive ou morre? E os meus? E onde coloco os sonhos, tudo o que ainda tenho para viver?”, recorda.

“O meu corpo esta bem, com saúde!”

Cinco anos se passaram e a atriz admite que a sua vida “nunca fez tanto sentido”. “O meu corpo esta bem, com saúde! Os meus sonhos, muitos já os concretizei, os que não, estão bem encaminhados. Passei o dia a trabalhar, a ter a sorte de fazer o que amo! E para ser perfeito, devia estar a jantar com os meus. Os amores da minha vida, os que há cinco anos me deram a mão e nunca mais a largaram. Devíamos estar juntos a celebrar, como é habitual neste dia. Mas estes estranhos tempos adiam este abraço. Ainda assim hoje brindo e divido com vocês, porque hoje é e será para sempre dia de festa”, remata.

Texto: Ivan Silva; Fotos: reprodução Instagram

LEIA MAIS

Meteorologia: Previsão do tempo para domingo, 15 de novembro

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS