Sofia Ribeiro vive desilusão amorosa: «O que passou foi bonito»

Sofia Ribeiro fala sobre o final do namoro com João Almeida, de quem está separada há cerca de dois meses, e do sonho de ser mãe que tem visto a ser adiado

Sofia Ribeiro vive desilusão amorosa: «O que passou foi bonito»

Sofia Ribeiro fala sobre o final do namoro com João Almeida, de quem está separada há cerca de dois meses, e do sonho de ser mãe que tem visto a ser adiado

Sofia Ribeiro foi protagonista de uma conversa onde o coração e as emoções ocuparam o papel principal. Convidada por Fátima Lopes, a atriz esteve no programa A Tarde é Sua, da TVI. O final do namoro com João Almeida, de quem está separada há cerca de dois meses, e o sonho de ser mãe que tem visto ser adiado foram os principais motes da entrevista.

Devido à pandemia de Covid-19, Sofia Ribeiro esteve em isolamento social sozinha. A atriz confessa agora ter vivido momentos duros, uma vez que tinha terminado recentemente o namoro de dois anos. «Gosto muito de estar sozinha, gosto de estar em silêncio e em casa, mas, ao fim de um tempo, aperta o coração. Faz falta o abraço. Tive momentos em que me senti só», revela. «Passava a vida em videochamadas.»

LEIA DEPOIS
Gonçalo Diniz. Sogro morreu de cancro sozinho no hospital: «Não houve despedida»

«O meu coração já estive pior, mas também já estive melhor»

Fátima Lopes acabou por tocar na ferida. «Neste período muitas relações amorosas chegaram ao fim… Foi público que a tua também chegou ao fim. Isto é sempre um processo difícil.» E Sofia respondeu. «Seja uma situação que termina bem ou mal, é sempre difícil. Nesta altura mais difícil foi. Todos nós temos de arranjar ferramentas para nos ir curando e sossegando o coração. Muitas vezes é estar com os amigos, desanuviar. Eu, estando fechada, foi um processo bastante difícil. Se me perguntares como está o meu coração hoje… já estive pior, mas também já estive melhor», assegura, entre sorrisos.

A viver um período de habituação à nova vida, a atriz, de 35 anos, mostra-se acima de tudo positiva e confiante. «Sinto-me a ficar sossegada, a chegar à fase de sossego e de esperança, de que coisas boas têm de vir. O que passou foi muito bonito, foi uma aprendizagem. Todas as pessoas que passam na nossa vida nos trazem coisas boas e nos trazem aprendizagem e evolução, neste caso não foi diferente». conta.

«Quando nos separamos vai cada um à sua vida», resigna-se Sofia Ribeiro

O final da relação «não foi o momento ideal pelas circunstâncias que estávamos a viver». «Mas quando é que é o momento ideal? Quando nos separamos, vai cada um à sua vida. Isto foi um processo interessante, uma viagem de eu estar comigo. O que correu bem, o que correu mal, o que eu posso melhorar enquanto pessoa…Há sempre falhas de parte a parte», reflete. Apesar de vários desamores, Sofia Ribeiro assume-se como «uma eterna apaixonada».

Fátima Lopes quis saber mais: «Ainda acreditas no amor?» A atriz da TVI não hesitou na resposta. «O que e que há de mais bonito? Acredito mesmo que o amor tem sido o que em tem movido. Nesta relação não foi diferente. Foi muito especial, achava mesmo que a minha casa se estava a construir ali. Mas as circunstâncias da vida, por uma ou por outra, mostram-nos que não era. Acredito que nada na nossa vida acontece por acaso. Todas as pessoas que passaram pela minha vida, exceptuando um caso, tenho as melhores coisas a dizer e as melhores relações com todos eles», partilha.

LEIA TAMBÉM
Quem Quer Namorar Com o Agricultor? Discussão entre candidatas sobe de tom: «Vá para a terra dela»

«Precisei do meu tempo para me reerguer», assume

Relativamente ao peso que é ser figura publica, e ao facto de ter de anunciar o final de uma separação, Sofia Ribeiro não esconde que há um lado menos positivo. «Não há como não balançar. Por toda a pressão. É um momento difícil e ter de dar explicações é difícil. Precisei do meu tempo para me reerguer», assume. «As pessoas são humanas. As pessoas não têm sempre vontade de se rir. Não é justo cobrar. Cheguei a uma fase da minha vida em que não faço fretes. Se não estou bem, não estou bem… A minha casa já caiu quinhentas vezes. Ao ponto de ficar sem um tijolo.»

Sofia Ribeiro sempre mostrou uma grande vontade de ser mãe, mas, durante a conversa com Fátima Lopes, revelou estar agora a viver uma fase de aceitação e de tranquilidade relativamente ao futuro. «Tenho [muita vontade de ser mãe]. Vou acalmando essa vontade com as minhas sobrinhas e com os filhos das minhas amigas. Já vivi mais angustiada. Há um tempo, quando me disseram que eu estava doente e que havia possibilidade de não ter filhos, foi o que mais me deitou abaixo e me marcou», relembra. «Agora entrego. Vai ser o que tiver de ser. Se tiver que ser mãe, se não tiver foi ser sempre mãe de alguma forma», remata, de sorriso no rosto.

Texto: Joana Dantas Rebelo, Fotos: Impala e reprodução Instagram

LEIA AGORA
Aracy Balabanian internada em estado grave

Pontos de Venda das Nossas Revistas

Impala Instagram


RELACIONADOS