Rui Maria Pêgo “Vivi num contexto que em casa era livre, mas na escola não era”

Rui Maria Pêgo relembra momentos difíceis da adolescência marcada por bullying. O apresentador confessa a Manuel Luís Goucha que ainda hoje sofre com o passado.

Rui Maria Pêgo “Vivi num contexto que em casa era livre, mas na escola não era”

Rui Maria Pêgo “Vivi num contexto que em casa era livre, mas na escola não era”

Rui Maria Pêgo relembra momentos difíceis da adolescência marcada por bullying. O apresentador confessa a Manuel Luís Goucha que ainda hoje sofre com o passado.

Rui Maria Pêgo esteve à conversa com Manuel Luís Goucha, uma conversa que foi emitida este sábado, dia 31 de outubro, no programa Conta-me, da TVI. O apresentador falou abertamente sobre a homossexualidade, revelando que agora, depois de se assumir publicamente, sente que “é mais verdadeiro”. “Quem não o faz vive em permanente falta. Vive numa mentira”, começou por dizer.

“A reação dos dois foi mais medo”

Tinha 19 anos quando contou aos pais sobre a sua orientação sexual, num momento difícil em que estava com o coração partido. “Estava muito triste e a minha mãe perguntou-me”. E desde então sentiu um enorme apoio dos pais, Júlia Pinheiro e Rui Pêgo, que, segundo o próprio, já sabiam muito antes dele ter contado. “A minha mãe disse que não havia problema nenhum. Teve o seu período de ajustamento, medo do que me aconteceria (…) A reação dos dois foi mais medo e irritação, por não ter dito mais cedo”.

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Impala Instagram


RELACIONADOS