Após ataque homofóbico, Rui Maria Pêgo dá resposta arrasadora

Em mês de celebração do Orgulho LGBT, Rui Maria Pêgo partilhou mensagens homofóbicas que recebeu nas redes sociais. «Muitas vezes a homofobia vem de um medo de nos perguntarmos quem seríamos».

Após ataque homofóbico, Rui Maria Pêgo dá resposta arrasadora

Em mês de celebração do Orgulho LGBT, Rui Maria Pêgo partilhou mensagens homofóbicas que recebeu nas redes sociais. «Muitas vezes a homofobia vem de um medo de nos perguntarmos quem seríamos».

Junho é, internacionalmente, mês de celebração do Orgulho LGBT e, para assinalar e sensibilizar, Rui Maria Pêgo decidiu partilhar várias mensagens em que uma seguidora o insulta por causa da sua orientação sexual. Nas mensagens, podem ler-se as frases «não havia necessidade de envergonhares a tua família» e «que bicha».

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para segunda-feira, 8 de junho

Na troca de mensagens o filho de Júlia Pinheiro responde: «Yup, E com muito orgulho. E tu, quando é que deixas de mandar bocas no Instagram a pessoas que não conheces para ver se resolves o amor que não sentes por ti mesma?». A seguidora ainda responde: «Porque gosto muito da tua mãe e acho que ela fica triste com as tuas figuras. Também sou mãe».

Rui Maria Pêgo diz ainda: «Sabes o que acho? Que que devias ler mais livros, meteres-te na tua vida e deixares a homofobia e controlo que obviamente sentes numa gaveta qualquer aí de casa».

«Tive de ir tomar um banho para me limpar da estupidez»

Depois, numa série de vídeos e com a sua habitual ironia, Rui Maria Pêgo explica porque é que partilhou as mensagens desta seguidora.

«Tive de ir tomar um banho para me limpar da estupidez. Como vocês devem imaginar, eu recebo algumas mensagens destas.O Pride [referência ao Orgulho LGBT] é necessário como lutar pelos direitos daqueles que são vítimas de diferenciação social por serem de uma etnia que não é a mais forte de um país», diz o animador de rádio, falando ainda sobre racismo e discriminação.

«Eu, como privilegiado penso muito nisto e tenho tentado aprender. Provavelmente a minha resposta é mais incandescente a esta senhora do que deveria ser mas também porque isto me bate mais forte. Primeiro, esta senhora é mãe de alguém que vive reprimido. E esta resposta tem sobretudo a ver com o medo».

Rui Maria Pêgo, de 31 anos, falou publicamente pela primeira vez sobre a sua orientação sexual em 2016, após um atentado numa discoteca gay nos EUA.

«O meu trabalho é público. Seja na televisão, ou na rádio, mas gosto de pensar que existe para promover discussão. É por isso que escolho ter o desplante de falar disto às quase 60 mil pessoas que seguem esta página. Coincide gostar de homens. Mas gosto mais de que toda a gente possa ser o que quiser, onde quiser, de que forma quiser, sem esperar um balázio na testa. Não me parece pedir muito. E eles não pediram muito. Quiseram só estar à vontade. Não quero pôr um # a trendar. Quero só que penses como, ao fomentar o ódio, vamos todos parar ao mesmo forno. É só uma questão de tempo. Não rezes por Orlando. Trata só os outros com o respeito que gostarias que tivessem por ti», escreveu na altura.

Texto: Raquel Costa

LEIA MAIS
Maddie. Suspeito tinha amigo que trabalhava no Ocean Club e lhe dava pistas sobre o casal McCann

 

 

Compre as nossas revistas

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS