The Voice | Namorado da vencedora veio de propósito do Canadá para assistir à final

Rita Sanches foi a preferida desde o início da gala, mas mostrou-se surpreendida com a vitória. O namorado não perdeu a vitória.

The Voice | Namorado da vencedora veio de propósito do Canadá para assistir à final

The Voice | Namorado da vencedora veio de propósito do Canadá para assistir à final

Rita Sanches foi a preferida desde o início da gala, mas mostrou-se surpreendida com a vitória. O namorado não perdeu a vitória.

Rita Sanches foi a grande vencedora da sétima edição do programa The Voice Portugal, da RTP1. A concorrente da equipa de António Zambujo conquistou os telespectadores e alcançou o maior número de votos por parte do público, naquela que foi a última gala do programa, transmitida este domingo, a 12 de janeiro.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: O tempo para esta terça-feira, 14 de janeiro

A jovem, de 24 anos, foi a preferida desde o início da gala, mas mostrou-se surpreendida com a vitória. «Foi uma surpresa, é sempre inesperado, eles eram todos muito fortes», começou por dizer à Imprensa no final da gala aquela que realizou um sonho antigo. «Concorri porque estava na altura de apostar nisto agora. A minha carreira passa por um palco lá fora e em Portugal também. Pelo menos espero que assim seja. Gostava imenso de conciliar a música com o teatro, são as minhas paixões, acho que é perfeitamente possível», referiu.

Quem não perdeu a oportunidade de ouvir a doce voz de Rita foi o namorado canadiano, Fred, que vive em Nova Iorque. «Ele veio de propósito, está aqui ao meu lado!», diz com ar embevecido. «A ideia é fazer carreira cá e gerir entre os dois lados. Ele adora Portugal.»

Fred surgiu a meio da entrevista à Imprensa e parabenizou a namorada em português. «Parabéns!», disse sorridente, roubando-lhe um beijinho e um abraço. Aos jornalistas dirigiu-se na sua língua. «Estou muito orgulhoso. Ela luta por isto há anos e cresceu imenso desde o início do programa», contou recordando que se conheceram há dois anos numa escola de música e teatro em Nova Iorque. «Ela era muito boa… e eu muito mau», referiu entre gargalhadas. «Um dia cantámos uma canção juntos e apaixonámo-nos.»

O curso de Gestão

Apesar de ser apaixonada pela arte de cantar e representar, aos 21 anos, Rita já era licenciada em Gestão e explica por que razão investiu num curso que nada tem a ver com o seu sonho. «Foi um conselho que me deram… Mas há que gerir a carreira (risos). Esta área é muito insegura. Então tirei o curso e fui fazendo representação e dando concertos, por isso acho que foi um bom tempo para perceber que era mesmo isto que queria.»

Depois de acabar o curso de Gestão, a jovem decidiu ir para Nova Iorque estudar representação. Estudou lá durante dois anos, fez várias audições e conseguiu alguns papéis em teatro e séries de televisão. Quando o visto acabou, decidiu regressar para ter também alguma experiência profissional cá. Está em Portugal desde o final de junho e pouco depois inscreveu-se no talent show da RTP1.

Um percurso notável

Rita Sanches está ligada à música desde muito cedo. Fez um musical aos 12 anos, “Annie”, e percebeu que representação e a música eram o caminho a seguir. Teve nove anos de aulas de canto. Começou a cantar em bares e eventos com 15 anos. Toca guitarra desde os 16. A experiência em Nova Iorque deu-lhe maturidade para perceber o que queria realmente.

A vitória do The Voice Portugal poderá tornar possível a gravação de alguns originais «guardados na gaveta» e um dueto com o mentor António Zambujo era «um sonho». «Adorava! Mas já houve um convite para o CCB, só isso já é incrível!», disse.

Texto: Inês Marques Fernandes

LEIA MAIS
Inês Folque já é mãe e revela fotografia do bebé

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS