Diretor da CMTV condena paródia feita por Ricardo Araújo Pereira

Francisco Penim esteve 11 dias na Ucrânia como jornalista da CMTV para acompanhar os confrontos contra a Rússia. Em Portugal, Ricardo Araújo Pereira fez chacota do trabalho do profissional da comunicação e Carlos Rodirgues defendeu-o

Diretor da CMTV condena paródia feita por Ricardo Araújo Pereira

Diretor da CMTV condena paródia feita por Ricardo Araújo Pereira

Francisco Penim esteve 11 dias na Ucrânia como jornalista da CMTV para acompanhar os confrontos contra a Rússia. Em Portugal, Ricardo Araújo Pereira fez chacota do trabalho do profissional da comunicação e Carlos Rodirgues defendeu-o

Carlos Rodrigues, diretor-geral do CM e CMTV, esteve em direto no “CM Jornal” para defender Francisco Penim da paródia protagonizada por Ricardo Araújo Pereira no programa “Isto é Gozar Com Quem Trabalha”.

O diretor-geral do canal noticioso começou por agradecer aos militares portugueses que auxiliaram na retirada dos jornalistas portugueses e afirmou que o momento humorístico da estrela da SIC foi um “ataque descontextualizado, feroz e até indigno”.

“A partir do momento em que desses 11 dias de trabalho se retira 20 minutos de erros e se faz disso uma espécie de gozo isso passa a ser um ataque (…) que é minha obrigação aqui rachaçar, porque, de facto, o trabalho do Francisco Penim, do André Germano e da CMTV nesta guerra é meritório, merece os nossos parabéns e o reconhecimento por parte dos portugueses”, afirmou Carlos Rodrigues. “É muito fácil para todos nós num gabinete climatizado, num estúdio como estamos aqui hoje, criticar o trabalho de outro profissional”, atirou ainda o diretor-geral da CMTV.

Reforçando por fim: “Estamos muito orgulhosos do trabalho do Francisco Penim e do André Germano, que tiveram de enfrentar desafios que não são comuns, em situação dramática”. Assista ao discurso aqui.

“Não sou nenhum herói”, afirma Francisco Penim

Francisco Penim e o repórter de imagem André Germano estiveram onze dias na Ucrânia. A equipa da CMTV presenciou o terror vivido no país que está ser bombardeado pela Rússia.

A dupla assistiu a bombardeamentos e viveu momentos “insustentáveis”, até à altura em que teve de abandonar o país. Já em Portugal, o enviado especial da CMTV à capital Kiev, revelou em estúdio: “Não sou nenhum herói, não tenho qualquer treino militar e nunca fui repórter de guerra”. “Foi o primeiro contacto que tive com a guerra. Tudo aconteceu numa via rápida de um momento para o outro e até tenho alguma dificuldade em falar sobre o assunto”, admitiu o jornalista. “Queria regressar para poder contar o que vi”, contou em entrevista com José Carlos Castro.

Paródia de Ricardo Araújo Pereira

Foi no último domingo, dia 27 de fevereiro, que Ricardo Araújo Pereira dedicou o programa “Isto é Gozar Com Quem Trabalha”, da SIC, à análise das reportagens de Francisco Penim. O vídeo acabou por correr a Internet fazendo rir milhares de internautas.

Entre vários trechos, o humorista até adaptou o tema “Postal dos Correios”, dos Rio Grande, fingindo que era o jornalista a cantar. “Em circunstâncias normais, o silêncio seria a nossa única reação possível. No entanto, a CMTV mandou um enviado especial. Mandou um enviado especial a Kiev e, portanto, em breve, podemos não ter Europa, mas programa temos”, ironizou o humorista. “Preparem-se… Primeiro aspeto interessante sobre o repórter que a CMTV enviou para nos dizer o que se passa na Ucrânia: ele não sabe nada do que se passa na Ucrânia”, resumiu Ricardo Araújo Pereira. Veja o programa aqui. 

Texto: Mariana de Almeida; Fotos: Reprodução SIC e CMTV

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS