Renato é expulso do Big Brother e deixa Jéssica Fernandes em lágrimas

A gala deste domingo do “Big Brother” ditou a expulsão de Renato, numa votação renhida com Pedro. O assistente de bordo, Jéssica Fernandes e Zena são os três finalistas do programa.

Renato é expulso do Big Brother e deixa Jéssica Fernandes em lágrimas

Renato é expulso do Big Brother e deixa Jéssica Fernandes em lágrimas

A gala deste domingo do “Big Brother” ditou a expulsão de Renato, numa votação renhida com Pedro. O assistente de bordo, Jéssica Fernandes e Zena são os três finalistas do programa.

Renato foi o concorrente expulso da gala do “Big Brother” deste domingo, 27 de dezembro. O ex-jogador de andebol sai da casa com 48 por cento dos votos, contra os 52 por cento de Pedro, numa das votações mais renhidas desta edição do reality show.

Antes de sair, o “Big Brother” permitiu que o concorrente se despedisse de Jéssica Fernandes na sala das decisões, que ficou em lágrimas ao despedir-se do amigo, numa noite que ficou também marcada pelo encontro entre Renato e Pedro, pai da fadista.

Assim, Pedro junta-se a Zena e a Jéssica Fernandes e os três compõem o leque de três finalistas deste “Big Brother – A Revolução”.

Renato chorou ao fazer a curva da vida

Este domingo, os portugueses ficaram a conhecer a curva da vida de Renato. O jovem admitiu que passou grande parte da infância complexado com o seu aspeto físico e confidenciou o momento que mudou por completo a sua vida.

“A primária não foi das melhores coisas. Era muito gordinho, muito envergonhado, não gostava muito de mim. Acho que os meus pais nunca chegaram a saber disto. Gostava de fugir aos problemas”, começou por revelar. Contudo, anos mais tarde acabou por encontrar a mulher da sua vida: “Comecei a namorar. Pensava que nunca ia namorar, que nunca ia dar um beijo na boca. Sempre tive essas inseguranças”.

Nessa altura, o jovem começou a jogar andebol em Águas Santas. Tudo corria bem até que um dia tudo mudou. “Foi o melhor coisa da minha vida. Foi a primeira vez que vi o meu pai a chorar. Nunca achei que fosse possível. Mas um dia deitei tudo por água a baixo. Saí de um treino e havia uma festa. Lá vi a minha ex com outro rapaz, abraçados. Fiquei nervoso. Levantei o braço e rebentei com a montra. Dei um soco e ao tirar do vidro rasgou-me o antebraço todo”, contou.

“Abri as artérias, as veias, cortei os nervos e os tendões”

Renato continuou: “Só sentia picadas no meu braço. O meu colega ficou assustado, disse-me para eu segurar o braço. Abri artérias, as veias, cortei os nervos e os tendões todos. Veio o INEM e perguntei se podia jogar novamente andebol. Aí, eles disseram que ia ser quase impossível“, recordou.

“Nunca vou conseguir superar isto. Lembro-me, no dia a seguir, a minha ex-namorada foi lá. Eu precisava dela. Passado uma semana, ela deixou-me. Fiquei muitas vezes, de joelhos, na cama a chorar. A minha mãe chorou muito. O meu pai também chorou muito. Fui eu que causei aquilo, era eu que tinha que sair daquilo. Comecei a fazer fisioterapia.  O braço começou a recuperar. Passado um ano estava a jogar andebol. A entrada no Big Brother foi a única coisa que me fez voltar a ser “eu“. Voltei a mostrar sentimentos, a abrir o meu coração“.

Texto: Márcia Alves; Fotos: Reprodução redes sociais

LEIA MAIS
Big Brother – Duplo Impacto Novos concorrentes já estão em quarentena. Saiba quem são eles!

 

Impala Instagram


RELACIONADOS