Pesadelo na Cozinha | Ljubomir a ser Ljubomir coloca a cozinheira a chorar

Ljubmir Stanisic invadiu o restaurante Casa Azul, em Cacela Velha, e deu-lhe uma reviravolta. Mas a jornada de Jorge, o proprietário, não foi facilitada

Pesadelo na Cozinha | Ljubomir a ser Ljubomir coloca a cozinheira a chorar

Pesadelo na Cozinha | Ljubomir a ser Ljubomir coloca a cozinheira a chorar

Ljubmir Stanisic invadiu o restaurante Casa Azul, em Cacela Velha, e deu-lhe uma reviravolta. Mas a jornada de Jorge, o proprietário, não foi facilitada

No Pesadelo na Cozinha deste domingo, dia 5 de janeiro, Ljubomir Stanisic não facilitou a vida a Jorge. O proprietário do restaurante Casa Azul, em Cacela Velha, no Algarve, pediu ajuda ao chef para conseguir ultrapassar a sazonalidade da região e ter mais clientes. «Temos clientes dois meses no verão e os outros oito nada», afirma.

«Os cogumelos só sabem a limão, o polvo está cru.» As reclamações de Ljubomir começaram mal entrou no restaurante e fez os primeiros pedidos. Entre hambúrgueres congelados, ananás de lata e polvo estragado, nada faltou na primeira refeição do chef.

Quando entrou na cozinha, Stanisic elogiou logo a limpeza: «Nunca vi uma cozinha tão imaculada». Mas logo a seguir denunciou alimentos estragados e comida de pacote.

Os clientes queixam-se dos «copos que são frascos e comida mal passada». Nenhum dos cozinheiros – que é uma equipa composta pelo proprietário e duas cozinheiras –  prova a comida que faz e nem as queixas dos clientes fazem mudar o método.

A conclusão acabou por chegar: «Jorge, tu não percebes um c****** de cozinha». Por isso, o «professor» Ljubomir Stanisic começou a ensinar.

Como fazer caldos, hambúrgueres frescos, picles, usar atum e camarão de qualidade. «Tudo caseiro, tudo mais saboroso», diz Gardênia, uma das cozinheiras. Só não correu bem quando chegou a vez de porem em prática.

Vânia, a outra cozinheira, foi às lágrimas quando falhou na maioria das tarefas. «Não te quero ver a chorar, vamos fazer tudo de novo», aconselha Ljubomir. Mal o chef virou as costas, o proprietário admitiu: «Eu sei que é tudo muito melhor, mas também tenho a certeza de 99% dos restaurantes fazem o que faço».

A equipa do restaurante Casa Azul visitou um fornecedor de peixe, para começar, tal como o chef aconselha, a usar o produto local. Até agora, Jorge comprava atum espanhol que «já vinha com duas semanas». Nesta altura, o proprietário admitiu que «foi gratificante» ter estas aprendizagens.

«Uau!» Jorge ficou surpreso ao entrar no restaurante renovado. As redes dos pescadores deram uma nova vida ao espaço e Ljubomir Stanisic apresentou novas propostas para a carta que, agora, já não deve ter «três lados e cinquenta pratos».

«A ideia é concentrarem-se com poucos pratos, mas bons pratos», finaliza. Apesar do stress e dos nervos no dia em que abriram ao público, acabaram por fazer um brilharete com casa cheia. «A cozinha está a correr ‘bueda’ bem», já o chef de sala «não se encontrou». «À vezes levo um tempo a perceber as coisas», admite Tiago.

O episódio deste domingo terminou com uma grande conquista para Ivan, o ajudante de cozinha recebeu um estojo de facas, pois Ljubomir Stanisic reconheceu-lhe talento para a cozinha. «Espero que o Jorge invista em ti», deseja o chef.

Texto: Mariana de Almeida; Fotos: Divulgação TVI

 

Impala Instagram


RELACIONADOS