Pedro Crispim defende Pedro do “Big Brother”: “É como quando me chamavam maricas na escola”

Para Pedro Crispim, o comportamento dos concorrentes do “Big Brother”, em especial Jéssica Fernandes, em relação a Pedro “roça o bullying”. Sandra saiu em defesa da filha nas redes sociais.

Pedro Crispim defende Pedro do

Pedro Crispim defende Pedro do “Big Brother”: “É como quando me chamavam maricas na escola”

Para Pedro Crispim, o comportamento dos concorrentes do “Big Brother”, em especial Jéssica Fernandes, em relação a Pedro “roça o bullying”. Sandra saiu em defesa da filha nas redes sociais.

Pedro Crispim apontou o dedo às atitudes de alguns concorrentes do “Big Brother – A Revolução” em relação a Pedro. No “Extra” desta segunda-feira, 23 de novembro, o comentador considera que o comportamento de alguns participantes do reality show da TVI, nomeadamente de Jéssica Fernandes, é de uma “violência abismal” e que “roça o bullying”.

“O Pedro já está muito massacrado, já tem muita mossa. Desde que entrou na casa que foi ‘persona non grata’ e eu acho que é de uma violência abismal aquilo que fazem com ele. Se não é bullying, roça o bullying. Nós aqui apontámos o dedo ao Rui Pedro pelo que ele fez dentro da casa, mas a Jéssica [Fernandes] faz o mesmo ou pior com o Pedro, desde o início”, começa por dizer o stylist.

O comentador do formato vai mais longe e recorda uma fase menos boa da sua vida: “Isto é como quando me chamavam maricas na escola e escondia-se isto tudo atrás de um sorriso e depois batiam-me nas costas e éramos todos amigos. Não!”

 

Pedro Fonseca magoado com Sofia: “Isto é o efeito dominó”

Sofia eliminou o ilusionista da prova do líder na gala do passado domingo, dia 22 de novembro. Por sua vez, o também hospedeiro de bordo ficou magoado com a colega e chegou a exigir-lhe um pedido de desculpas. Situação que levou a nova discussão na casa e Pedro foi, uma vez mais, o “saco de pancada” de todos os concorrentes.

“Esta posição não é isolada, vem de uma série de acontecimentos. Isto é o efeito dominó e ele está a chegar ao limite dele, de saturação. Se ele tem razão é muitas das coisas que faz? Não. Se é pica-miolos? Sim. Mas isso dá o direito às pessoas de dizerem e fazerem o que querem dele? Não! Principalmente de agirem quase em ‘grupeta’, quase de forma muito animal, une-se tudo para o tramar. Não acho propriamente a coisa mais elegante e bonita para se ver em televisão”, atira Pedro Crispim.

Por fim, o stylist deixa claro: “Custa-me muito estar a comentar um tipo de comportamento que sempre achei feio, deselengate e um tipo de pessoas que sempre me dei ao luxo de evitar na minha vida. Um tipo de comportamento que eu achei que já não tinha lugar na sociedade de hoje em dia, que é muito mais consciente, ou deveria saber.”

 

Sandra ataca comentadores do Big Brother e Pedro Crispim defende-se
Sandra, mãe da fadista, recorreu às redes sociais para atacar os comentadores do Big Brother. A ex-concorrente considera que “estão a exagerar e a denegrir a imagem da Jéssica”. Pedro Crispim não a deixou sem resposta. “Em vez de os fãs, amigos e familiares se preocuparem tanto com os que os comentadores afirmam, deveriam sim focar o seu tempo, energia e atenção no comportamento dos seus concorrentes e questionar a causa e não tanto as consequências, mesmo que essa análise os coloque a si mesmo em causa. Só aí poderá existir um espaço de cura e crescimento”, escreve o stylist nas redes sociais.

 

Texto: Ivan Silva; Fotos: reprodução redes sociais

 

Impala Instagram


RELACIONADOS