Maya sobre compra da TVI pela Cofina: «Não me tem tirado o sono»

Após a ERC ter dado um parecer positivo sobre a compra da Media Capital por parte da Cofina, resta agora um parecer por parte da Autoridade para a Concorrência.

Maya sobre compra da TVI pela Cofina: «Não me tem tirado o sono»

Maya sobre compra da TVI pela Cofina: «Não me tem tirado o sono»

Após a ERC ter dado um parecer positivo sobre a compra da Media Capital por parte da Cofina, resta agora um parecer por parte da Autoridade para a Concorrência.

A Cofina já esteve mais longe de adquirir a Media Capital, detentora da TVI. Depois de a RC ter emitido um comunicado no qual anunciava que o seu Conselho Regulador «deliberou não se opor à operação de concentração» do grupo que detém a TVI e a empresa que tutela o Correio da Manhã, resta agora um parecer por parte da Autoridade para a Concorrência.

LEIA DEPOIS
Iva Domingues próxima de Ângelo Rodrigues «Estive sempre lá!»

Até que o negócio esteja efetivamente concluído, algo que se estima que aconteça «no primeiro trimestre de 2020», os funcionários e colaboradores das duas empresas vão fazendo a sua vida de forma pacífica e sem pensar muito no futuro.

Maya, uma das apresentadoras da CMTV, que esteve esta quinta-feira, 7 de novembro, na inauguração da UP Clinic, no Restelo, em Lisboa, revelou que toda a empresa está «a viver com muita tranquilidade» a situação pela qual a Cofina está a passar. «A compra está mais que certa. Nós estamos a viver com muita tranquilidade, eu pessoalmente com muita tranquilidade, sou uma apresentadora da CMTV por opção, com muito gosto»

A apresentadora do ManhãCM mostra-se totalmente confiante no negócio mas também nas decisões tomadas pela direção e administração da empresa. «Confio totalmente na gestão da minha direção e da administração e por tanto eu estou a viver com muita tranquilidade». Ainda assim, Maya não pensa no futuro das duas empresas e chega mesmo a brincar com a situação. «Não foi para fazer nenhuma plástica por causa disso que aqui vim, não me tem tirado o sono, nem me tem feito rugas.»

Desde que anunciou a sua intenção de compra das ações que a espanhola Prisa tem na Media Capital, que as ações da Cofina valorizaram cerca de 255 milhões de euros.

Texto: André da Silva Carvalho| Fotos: Paula Alveno e Impala

LEIA MAIS
Número de portugueses mortos na Venezuela aumenta. Motorista assassinado

Impala Instagram


RELACIONADOS