Marido de Diana Fialho «aliviado» por poder contar a verdade «A primeira pancada do martelo fui eu que dei»

Marido de Diana Fialho «aliviado» por poder contar a verdade «A primeira pancada do martelo fui eu que dei»

Iuri Mata, marido de Diana Fialho, acusado de matar a professora do Montijo em conluio com a mulher, revelou à Polícia Judiciária pormenores do crime.

Iuri Mata é acusado de matar a sogra em conluio com a mulher, Diana Fialho. O suspeito descreve à Polícia Judiciária a forma como mataram a professora do Montijo e diz-se «aliviado» por poder contar a verdade.

A má relação entre mãe e filha não era novidade. Em 2014, a PSP do Montijo já tinha sido chamada a casa da família Fialho por alegadas agressões da filha adotiva à professora. Segundo o Correio da Manhã, Iuri Mata revelou que a companheira se queixava de estar farta de Maria Amélia. «A Diana disse-me: Não aguento mais viver com a minha mãe. Vamos ter de pesquisar na internet maneiras de nos livrarmos dela», avança o suspeito à mesma publicação.

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Marido de Diana Fialho «aliviado» por poder contar a verdade «A primeira pancada do martelo fui eu que dei»

Iuri Mata, marido de Diana Fialho, acusado de matar a professora do Montijo em conluio com a mulher, revelou à Polícia Judiciária pormenores do crime.