Maria João Bastos em lágrimas ao abordar morte do pai e perda da mãe

Maria João Bastos foi protagonista de uma entrevista emocionante onde chorou ao ouvir a mãe, Matilde David, as irmãs, Susana e Inês, a falarem sobre ela.

Maria João Bastos em lágrimas ao abordar morte do pai e perda da mãe

Maria João Bastos foi protagonista de uma entrevista emocionante onde chorou ao ouvir a mãe, Matilde David, as irmãs, Susana e Inês, a falarem sobre ela.

Maria João Bastos é uma mulher decidida, uma atriz de ideias fixas, mas uma filha e irmã de «coração mole». Numa entrevista a Fátima Lopes, no programa Conta-me Como És, da TVI, este sábado, dia 22 de fevereiro, a atriz, de 44 anos, não conteve as lágrimas a família foi o tema da conversa. Tudo começou com uma mensagem da mãe. Matilde David começou por recordar: «Em pequenina a João era uma graça. Imitava as irmãs em tudo, o pai achava muita piada às coisas dela. Faziam teatros açorianos, os vizinhos que viviam por cima de mim, achavam-lhe imensa piada». E, por fim, elogiou: «É uma filha excecional, liga-me muitas vezes, até quando está longe. Quando me sente mais em baixo, liga duas, três vezes, até eu ficar melhor».

LEIA DEPOIS
João Pinto e Ângela Galvão esperam primeiro filho em conjunto

A mensagem acabou com uma simples frases que trouxe as lágrimas ao rosto de Maria João. «Tudo aquilo que precisares, a mãe está sempre aqui. Mesmo que não esteja cá», disse-lhe a progenitora, deixando-a emocionada. O facto de a mãe dizer que estará «sempre aqui, mesmo que não esteja» fisicamente, lembrou a atriz da morte do pai. Jaime Bastos morreu quando Maria João tinha apenas 18 anos. «Passámos muito cedo, por uma situação em que perdemos o pilar. Quando ela diz isto quer dizer que, mesmo que um dia não esteja cá, o pilar continua sempre. Continua a trazer-nos memórias, ensinamento. Aquilo que sou foi a educação que os meus pais me deram.»

Maria João Bastos: «A filha que sou é aquilo que mais me orgulha na vida»

Recordando, com carinho: «Por muito que tenhamos perdido o meu pai muito cedo… Aquilo que ele me deixou é enorme». Maria João Bastos terminou, antes de receber mais uma surpresa da mãe, a dizer que o seu maior orgulho é ser uma boa filha. «A minha mãe é o grande orgulho da minha vida. A filha que eu sou para a minha mãe é aquilo que mais me orgulha na minha vida.» E foi nesta altura que Fátima Lopes lhe passou um livro para a mão, totalmente feito pela mãe, onde conta a história das duas. «Não vou conseguir abrir aqui. (…) Obrigada, mãe. Vou ler com todo o carinho e vou chorar horrores.» Susana e Inês Bastos, as duas irmãs da atriz, também participaram nas mensagens do programa com rasgados elogios à atriz. «Elas são tão diferentes e não sabem a importância que têm. A Susana consegue pressentir quando se passa alguma coisa», findou, sempre com as lágrimas nos olhos.

Texto: Mariana de Almeida; Fotos: Impala e reprodução Instagram

LEIA DEPOIS
Liliana Aguiar vence guerra em tribunal contra Tozé: «Fez-se justiça»

Impala Instagram


RELACIONADOS