Revelados detalhes da noite polémica de Margarida Corceiro com Pedro Porro

A polémica que envolve Margarida Corceiro e Pedro Porro, e que tem feito correr rios de tinta na imprensa nos últimos dias, tem novos desenvolvimentos. Léo Caeiro diz que João Félix “estava lá”

Revelados detalhes da noite polémica de Margarida Corceiro com Pedro Porro

A polémica que envolve Margarida Corceiro e Pedro Porro, e que tem feito correr rios de tinta na imprensa nos últimos dias, tem novos desenvolvimentos. Léo Caeiro diz que João Félix “estava lá”

A polémica que envolve Margarida Corceiro e Pedro Porro, e que tem feito correr rios de tinta na imprensa nos últimos dias, tem novos desenvolvimentos. Tudo começou no início desta semana, quando foi divulgado um vídeo da jovem atriz e do jogador do Sporting numa discoteca lisboeta, em clima de cumplicidade. Rapidamente, começaram a circular rumores de traição e a namorada de João Félix chegou mesmo a receber ameaças de morte, conforme a própria contou nas redes sociais. Na manhã desta quinta-feira, 19 de maio, o assunto foi abordado no programa “Manhã CM”, da CMTV, e Léo Caeiro revelou que estava na mesma discoteca que Margarida Corceiro e Pedro Porro, na noite em que os dois foram filmados juntos. Mas há mais: João Félix também lá estava.

Maria Botelho Moniz deixa aviso a namorado após taróloga falar em outro “elemento” na relação
Maria Botelho Moniz ficou chocada ao ouvir o que a taróloga Joana Dias tinha para lhe dizer sobre a influência de Mercúrio Retrógrado. A apresentadora até deixou um aviso ao namorado em direto da TVI (… continue a ler aqui)

Léo Caeiro: “Ela entrou com o João Félix e com mais três jogadores”

“Eu por acaso até estive nesse dia do Lust, mas, como não tinha vindo aqui, não me queria pronunciar (…) Realmente, estava lá a equipa do Sporting. Estava lá a Margarida Corceiro com o João Félix. Ela entrou com o João Félix e com mais três jogadores da bola e todos eles tinham namorada. Os jogadores do Sporting estavam noutra ala da zona VIP”, contou o comentador. “O Lust quis sempre proteger todos os jogadores. Vejo a Margarida Corceiro lá várias vezes e nunca a vi ser mal-educada, nem se meter com nenhum homem. Havia pessoas a tirar fotos e aquilo que foi decidido é que, se houvesse pessoas a tirar fotos, iam imediatamente para a rua”, explicou ainda Léo Caeiro.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Impala e reprodução Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS