Marco Costa | Pasteleiro não esquece o ensinamento que o pai lhe deixou

Marco Costa, que perdeu o pai há 11 anos, partilhou com o fãs o que o faz ter motivação para trabalhar: «Lembro-me de aos 14/16 anos, o meu pai me dar na cabeça por querer comandar, por querer liderar».

Marco Costa | Pasteleiro não esquece o ensinamento que o pai lhe deixou

Marco Costa, que perdeu o pai há 11 anos, partilhou com o fãs o que o faz ter motivação para trabalhar: «Lembro-me de aos 14/16 anos, o meu pai me dar na cabeça por querer comandar, por querer liderar».

Marco Costa perdeu o pai há 11 anos, mas nem o tempo o faz esquecer o conselho sábio que o progenitor tantas vezes lhe transmitiu. Entre o trabalho intenso, para conseguir responder a todos os pedidos de Natal, o pasteleiro contou aos fãs o que o faz ter motivação para trabalhar.  «Algumas pessoas perguntam por que trabalho tantas horas? Outras pensam que já nem trabalho. Vou falar um pouco sobre isso… É verdade que trabalho muito, é verdade que nesta altura de ‘loucos’ ainda trabalho mais, mas quando me perguntam porque o faço é fácil responder…», começou por escrever no Instagram.

 

A força de Marco vem do pai, que perdeu há mais de uma década. «Tenho um ídolo na vida que é o meu pai. Lembro-me de quando era mais novo, talvez 14/16 anos, de o meu pai me dar na cabeça por querer comandar, por querer liderar».

LEIA DEPOIS
Cinco pessoas condenadas à morte pelo assassinato do jornalista Khashoggi

«Nunca me vou esquecer algumas palavras que ele me disse… ‘Marco, meu filho, não tenho dúvidas de que um dia serás um grande líder, mas é que não tenho mesmo, até la mantém o foco em aprender a obedecer, quando tu fores líder tenta ser tudo aquilo que gostavas que fossem contigo, tenta ser um líder por exemplo, não por imposição e medo!’», revelou.

«Custa, não é fácil, mas tudo é possível»

Marco Costa revela que este conselho o marcou de tal forma que ainda hoje o segue à risca. «Aquilo bateu-me na cabeça, eu sempre quis ser aquele líder que todos gostassem, e hoje acho que o sou. Trabalho para mostrar a todos os que me rodeiam que com trabalho conseguimos tudo, trabalho para fazer acreditar a quem está a começar que se eu consegui todos conseguem, pode demorar mas com muito trabalho também podem conseguir tudo! Custa, não é fácil, mas tudo é possível!»

O marido de Vanessa Martins tem esperança de que o pai também esteja orgulhoso do seu percurso. «Fica aqui um desabafo de um menino que cresceu com as palavras do pai na cabeça, é só espero que onde ele estiver leia este ‘grande’ texto e diga… ‘Eu tinha a certeza que ias conseguir!’»

Apesar de não ser crente, Marco Costa já contou que conta sempre com a «ajuda» do pai. No lançamento do último livro de Fátima Lopes, o pasteleiro disse que o pai está sempre a olhar por ele. «É uma ajuda… É tudo com muita luta. Acredito muito no meu pai e sei que, onde quer que eu me meta, mesmo que eu bata com cabeça está lá a mão dele para não doer tanto», afirmou, com as lágrimas nos olhos.

Texto: Mariana de Almeida; Fotos: Impala e reprodução Instagram

LEIA MAIS
Natal trágico para Ângelo Rodrigues, António Cordeiro, Diogo Carmona, Laura Ferreira e Lili Caneças
CP | Circulação na linha do Norte entre Alfarelos e Verride já foi restabelecida

Impala Instagram


RELACIONADOS