Mãe de Portugal Veja a evolução de Dolores ao longo dos anos

A matriarca do clã Aveiro, mãe do capitão da Selecção Nacional, é também um símbolo de luta e perseverança para todos os portugueses.

Acostumámo-nos a vê-la sofrer, quer nas bancadas dos estádios, quer em casa. Agarrada ao cachecol do Real Madrid ou à bandeira de Portugal. No dia em que Portugal regressa às competições internacionais, celebramos a evolução de estilo daquela que é – pelo menos futebolisticamente – a Mãe de Portugal.

Veja também: Dolores Aveiro na passadeira vermelha de Cannes

Aos 63 anos, Dolores Aveiro é mãe do melhor jogador do mundo, o que lhe permitiu deixar para trás uma vida de sofrimento e maus tratos. Tal como confessou recentemente a Cristina Ferreira, Dolores foi vítima de violência doméstica durante o casamento com o falecido pai dos filhos.

Leia mais: CR7 condenado horas antes do Mundial

«Tentei por fim à minha vida», contou, explicando que o falecido marido, Dinis Aveiro, a agredia: «Quando veio do Ultramar, maltratava-me muito». Os filhos salvaram-na e foi por eles que foi resistiu. «Prendi-me aos meus filhos e disse ‘vou lutar’. Vou lutar e luto até hoje».

Além de Cristiano Ronaldo, Dolores é mãe de Katia, Elma e Hugo. A matriarca tem ainda nove netos: Cristianinho, Eva, Mateo e Alana Martina, filhos de CR7, Dinis e Rodrigo, filhos de Katia, Eleonor, filha de Elma e Alicia e Hugo, filhos de Hugo.

Percorra a galeria e veja as melhores imagens de Dolores Aveiro ao longo da última década

Fotos: Arquivo Impala

Veja mais aqui! www.novagente.pt


RELACIONADOS

Mãe de Portugal Veja a evolução de Dolores ao longo dos anos

A matriarca do clã Aveiro, mãe do capitão da Selecção Nacional, é também um símbolo de luta e perseverança para todos os portugueses.