Madalena Brandão. Marido e filhos também estiveram infetados com covid-19

Madalena Brandão, que só ao sétimo teste soube estar curada, regressa ao trabalho já esta sexta-feira, 28 de agosto, e conta agora que toda a família testou positivo ao novo coronavírus.

Madalena Brandão. Marido e filhos também estiveram infetados com covid-19

Madalena Brandão. Marido e filhos também estiveram infetados com covid-19

Madalena Brandão, que só ao sétimo teste soube estar curada, regressa ao trabalho já esta sexta-feira, 28 de agosto, e conta agora que toda a família testou positivo ao novo coronavírus.

Madalena Brandão, que esteve um mês e meio fechada em casa devido à Covid-19 – só ficando curada após o sétimo teste -, revelou esta quarta-feira, 26 de agosto, que os filhos e o marido também foram infetados com o novo coronavírus. Em entrevista a Manuel Luís Goucha no Você na TV!, da TVI, a atriz, de 40 anos, começou por contar que os sintomas começaram a surgir após um fim de semana familiar.

«Tinha dores de cabeça, dores no corpo, mas nada que me fizesse pensar que estaria doente», diz, sublinhando que decidiu fazer o teste quando o companheiro «perdeu o paladar e o olfacto». Nessa altura, resolveram testar os filhos, Duarte, de oito anos, e José, de dois. Resultado: embora os meninos estivessem assintomáticos, também tinha contraído o vírus. Madalena e a família mudaram-se para a casa de Santiago do Cacém, no Alentejo, e aí ficaram em isolamento.

Ansiedade por faltar às gravações

«Tive uma dupla quarentena», afirma Madalena Brandão, feliz por voltar aos estúdios de Amar Demais, da TVI, já esta sexta-feira, 28 de agosto. A atriz, que na trama dá vida à gótica Salomé, confessa que uma das suas piores angústias durante o tempo em que esteve em isolamento foi o facto de falhar as gravações. «Numa produção que já passou por tanto, não queria ser eu a criar alguma dificuldade, isso causou-me alguma ansiedade.»

Agora, a sua vida retoma a normalidade. A Manuel Luís Goucha, a artista diz ainda que nunca sonhou com o casamento, mas «é uma grande adrenalina estar noiva», até porque é uma «festa do amor», de uma história que, como muitas, «já teve altos e baixos». Uma coisa é certa para Madalena: «Não vou casar de máscaras e no meio disto tudo… só quando passar».

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS