Luciana Abreu forçada a usar botão de pânico

Luciana Abreu relatou um momento em que, alegadamente, usou o chamado botão de pânico, entregue pelas autoridades a pessoas em perigo de serem vítimas de violência doméstica.

Luciana Abreu forçada a usar botão de pânico

Luciana Abreu relatou um momento em que, alegadamente, usou o chamado botão de pânico, entregue pelas autoridades a pessoas em perigo de serem vítimas de violência doméstica.

Luciana Abreu diz que já foi obrigada a usar o chamado botão de pânico. Em entrevista a uma revista mensal, a atriz – que acusa o ex-marido, Daniel Souza, de violência doméstica, fez um relato arrepiante desse momento. “Ativei o botão e tive uma ajuda imediata. É preciso andar-se sempre com ele, tem um GPS que sabe onde estamos. Pode ligar-se a qualquer momento e ouve-se o que se passa. A outra pessoa não tem nada com ela”, contou Luciana Abreu à revista Máxima, garantindo que sentiu medo. “É aquele momento em que queremos encontrar o botão, apesar de ele estar à nossa frente. Pode ser um minuto ou 30 segundos, equivale sempre a horas de espera”.

No seu caso, prosseguiu, “atenderam em breves momentos”, mas que lhe “pareceram uma eternidade”. “Depois, a pessoa quer dizer a situação o mais rápido possível, e temos que ouvir tudo o que nos estão a perguntar. Por outro lado, nós [vítimas] temos que nos superar, de evoluir, de aprender, de ler, de ganhar confiança e força. Saber ter coragem. Isto não é sinónimo de que a vida acabou. A nossa vida está a começar com bases que não tínhamos. Eu falo como mulher mas também há homens que sofrem de violência. E a nossa vida não pode ficar por aqui. Nós não podemos ser reféns do medo”, assegura.

«Não pode insultar, não pode usar a força, não pode humilhar»

Luciana disse ainda que “só após o julgamento” saberá o que acontecerá com Daniel Souza, de quem tem duas filhas gémeas, Amoor e Valentine. “O que me interessou a mim nunca foi uma indemnização, mas sim levar a pessoa a perceber que não pode magoar gratuitamente, não pode insultar, não pode usar a força, não pode humilhar. É uma lição de vida”, explicou.

“Eu tive consciência de que algo não estava certo”, frisou à mesma publicação, declarando: “O que não pode nunca deixar de acontecer é um pedido de ajuda. É o denunciar. Eu só me arrependo de não o ter feito mais cedo”. A também cantora casou-se com Daniel Souza em outubro de 2017 e anunciou a separação em março de 2019. Luciana Abreu é ainda mãe de Lyonce e Lyannii Djaló, fruto da relação anterior com Yannick Djaló.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Arquivo Impala e Redes Socias

 

Impala Instagram


RELACIONADOS