Já é conhecida a pena aplicada a Leandro por ter agredido marido da ex

Após Leandro ter sido condenado pelo “crime de ofensa à integridade física simples”, já é conhecida a pena que lhe será aplicada. O cantor e ex-concorrente do “Big Brother Famosos” disse ainda que vai recorrer da decisão do tribunal.

Já é conhecida a pena aplicada a Leandro por ter agredido marido da ex

Após Leandro ter sido condenado pelo “crime de ofensa à integridade física simples”, já é conhecida a pena que lhe será aplicada. O cantor e ex-concorrente do “Big Brother Famosos” disse ainda que vai recorrer da decisão do tribunal.

Leandro foi condenado pelo “crime de ofensa à integridade física simples” por ter agredido Cláudio Fialho, o marido da ex-namorada, Sury Cunha, que terá ficado em estado crítico. A sentença do processo, que remonta a 2019,  foi lida na tarde desta quarta-feira, 13 de julho.

A ex-companheira de Leandro veio agora revelar a uma publicação diária o que artista romântico vai ter de lhe pagar. Segundo o Correio da Manhã, trata-se de uma indemnização de mil euros e uma pena de 170 dias de multa à taxa diária de 7 euros, isto é, 2 190 euros. “Espero que desta vez as coisas fiquem mesmo por aqui, já que ele diz ter seguido a vida dele tal como eu segui. A diferença é que eu segui mesmo e sou feliz”, afiançou ainda Sury Cunha, que é mãe de Simão, fruto da relação já terminada com o ex-concorrente do “Big Brother Famosos”. 

Leandro vai recorrer da decisão do tribunal

Após a leitura da sentença do processo em que foi acusado de ter agredido o marido da ex-namorada, Leandro recorreu às redes sociais para quebrar o silêncio. “A condenação assentou na confissão de factos por mim assumidos desde o início do processo, tendo a meritíssima Juiz desvalorizado na apreciação da prova, as declarações dos assistentes e demais testemunhas arrojadas pelo Ministério Público e pelos assistentes, designadamente, atento factos ocorridos no decurso do julgamento, como a inconsistência dos depoimentos dos assistentes, e o facto grave destes terem saído da sala de audiências para falar com testemunhas que aguardavam serem ouvidas em sede de ausência de julgamento. Exceção feita a uma testemunha, a única de entre cinco testemunhas e assistentes, que segundo o Tribunal ajudou a formular a convicção na forma como os factos se passaram, mas que, no meu entendimento e da minha defesa, também apresentou fragilidades no seu depoimento, pelo iremos ponderar eventual recurso”, escreveu.

Já ao Correio da Manhã, o cantor também veio confirmar que irá avançar com a decisão. “Nunca neguei que me tinha envolvido à chapada com ele, mas vou recorrer porque uma das testemunhas mentiu em tribunal e disse que assistiu a tudo, quando isso não é verdade”, atirou.

Texto: Carolina Sousa; Fotos: Redes Sociais

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS