Laura Galvão recorda passado dramático: «Tentei matar-me duas vezes»

Atriz recorda o passado dramática e a forma como ser mãe a mudou.

Laura Galvão recorda passado dramático: «Tentei matar-me duas vezes»

Laura Galvão recorda passado dramático: «Tentei matar-me duas vezes»

Atriz recorda o passado dramática e a forma como ser mãe a mudou.

Laura Galvão cresceu rodeada pelos cinco irmãos, dois mais velhos e três mais novos. Uma família grande, mas com a falha de um elemento. A atriz tinha dois anos quando pai saiu de casa.

LEIA DEPOIS
Victoria Beckham desvenda segredo matinal para manter boa forma

«Tenho poucas recordações dos meus pais casados. O meu pai quando saiu de casa, eu tinha dois anos. (…) Passava os dias com os meus irmãos mais velhos e com a minha mãe. Eu era a menina deles, tínhamos uma grande diferença de idade. O meu irmão mais velho tem 18 anos de diferença», contou a Fátima Lopes na Tarde é Sua, desta segunda-feira, dia 13 de janeiro.

Com apenas 13 anos de idade saiu de casa. «Foi uma decisão minha. Apesar de ser uma menina, eu achei que tinha de conhecer aquela pessoa e fui», revelou. A mãe não a apoiou na decisão e avisou-a. «A minha mãe ficou mal, eu fiz a minha mãe sofrer muito. Ela tinha-me avisado para eu não ir, sabia que não me ia dar bem ali, mas eu tinha que experimentar e fui. Eu sofri muito, mas aprendi muito. Se não fosse assim, não seria a pessoa que sou hoje», explicou.

«Magoou-me muitas vezes»

Sem nunca dizer a quem se estava a referir, Laura, de 31 anos, revelou que sofreu muito durante os dois anos em que viveu com essa pessoa. «A minha mãe não me conseguia visitar porque não deixavam. Ela foi uma vez ter comigo à escola, tivemos juntas, mas eu não tive coragem de lhe contar e disse que estava tudo bem. Foi uma desilusão muito grande. Tinha uma imagem daquela pessoa e a partir do momento que começo a viver com ela, percebo que essa imagem não existe. A pessoa carinhosa que eu conhecia, afinal não existia.»

Laura Galvão perdeu a liberdade e teve medo de admitir que queria sair dali. «Não tinha liberdade. Sair com amigas, passear… Isso não existia. Mais tarde vim a saber que era vigiada na escola. Tive um namorado na altura, só convivia com ele quando estava na escola. Durante dois anos foi escola-casa, casa-escola. Sentia-me revoltada. Tentava de todas as maneiras sair dali sem magoar a pessoa em questão», desabafou.

«Essa pessoa nunca me tocou. Verbalmente, magoou-me muitas vezes. Nunca fui ameaçada. Mas tinha armas que usou contra mim. Eu odeio sentir que magoei alguém e essa pessoa em questão dizia-me ‘estás a magoar-me’, ‘estás a deixar-me mal’ e eu ficava ali», admitiu.

Laura Galvão chegou mesmo a fugir de casa

Quando atingiu o limite, a atriz pediu ajuda a um explicador para fugir de casa. «Tinha uma pessoa que ia lá a casa dar-me explicações. Há um dia em que lhe conto tudo e nesse dia eu tinha que fugir. E essa pessoa ajudou-me. Foi uma questão de horas. Ligou para a minha mãe, eu fugi, fiquei à espera da minha mãe no meio da serra. E ela conseguiu ir buscar-me.»

Laura percebeu que estava destabilizada quando regressou a casa da mãe. «Naquela altura, a minha mãe levou para casa um animal. Eu estava completamente destruída, era revoltada, não queria ver pessoas, tinha medo de tudo.»

Acabar com a própria vida passou pela cabeça da atriz por duas vezes. «Tive apoio psicológico quando regressei a casa da minha mãe, mas já tinha quando estava com a outra pessoa, porque tentei matar-me duas vezes com 14 anos. Tinha acompanhamento psicológico por isso mesmo. Eu tinha medo. Lembro-me de o psicólogo me dizer uma vez que eu tinha de aprender a chorar, que eu não sabia chorar», confessou.

«Por um filho somos capazes de tudo»

Há quatro anos, Laura Galvão foi mãe pela primeira vez. Índia é a filha da atriz e também esteve no programa da TVI. «Ela veio ensinar-me a ter paciência, a ser uma pessoa paciente. Veio mostrar-me que somos capazes de tudo. Por um filho somos capazes de tudo», contou.  Atualmente a trabalhar num café, a atriz admitiu: «Não há vergonha para trabalhar, a opinião dos outros não interessa para nada. O que me interessa é o que ela pensa de mim. O resto é resto». Mas o marido apoia-a para que ainda consiga vingar na profissão que adora: a representação.

«Sabes que eu acredito muito em ti e no teu trabalho. Mais tarde ou mais cedo, vai aparecer de certeza, porque és uma excelente atriz», disse-lhe Diogo Andrade, também em estúdio, em direto.  «Ele tem sido a minha base. Por ele, tinha três, quatro, cinco trabalhos para eu estar só focada no meu trabalho. É o primeiro a dizer-me: vai aos castings, procura…. Ele vive isto comigo intensamente.  Quando ele me conheceu, eu já estava no meio. Sempre me apoiou. é um pilar na minha vida», revelou.

O sonho de ser atriz permanece, enquanto frequenta ainda um curso de hipnose. «Queria voltar a trabalhar na minha área e acabar o curso de hipnose, gostava muito de também trabalhar nessa área.»

O que é a hipnose?

Segundo a especialista de Casados à Primeira Vista Cris Carvalho, a hipnose é uma ferramenta séria que tem vindo a ser cada vez mais procurada para ultrapassar os males da vida civilizada. É um processo completamente natural e seguro, podendo ser uma opção eficiente em diversas situações», como a depressão, a ansiedade, stress pós-traumático, tiques, obesidade, tabagismo, baixa autoestima e transtornos.

«A Hipnoterapia é um processo terapêutico em que o terapeuta profissional utiliza a hipnose como um meio de comunicação direto com a mente subconsciente do cliente. É um processo completamente natural e seguro, podendo ser uma opção eficiente em diversas situações», pode ler-se ainda na página da especialista em coaching.

Texto: Mafalda Mourão com Mariana de Almeida; Fotos: Impala e reprodução Instagram

LEIA MAIS

Meteorologia: O tempo para esta terça-feira, 14 de janeiro

 

Impala Instagram


RELACIONADOS