Júlia Pinheiro: «Fui vítima de violência obstétrica»

Júlia Pinheiro: «Fui vítima de violência obstétrica»

Júlia Pinheiro é mãe de gémeas e recordou a altura do parto. A apresentadora acabou por revelar ter sido vítima de violência obstétrica.

Esta quarta-feira, dia 5 de dezembro, no programa Júlia, a apresentadora recebeu uma convidada que partilhou uma das histórias da sua vida. Laura Ramos tinha sido vítima de violência durante o parto. Júlia Pinheiro ao ouvir o testemunho da sua convidada, recordou a sua experiência, na altura em que teve as gémeas Matilde e Carolina.

«Eu não percebi, nem todas as mulheres percebem imediatamente que sofreram violência obstétrica. E isso é muito violenta», disse Laura Ramos.

«Quando me contaram a sua história percebi que tinha sido alvo de violência também e na época, já lá vão 25 anos, não tinha percebido. Tive um parto gemelar e  no segundo gémeo estava uma turma de estudantes atrás de mim, no momento em que estou a expelir o segundo bebé, e ninguém me perguntou se podia estar aqueles senhores ali», confessou.

A apresentadora continuou a revelar a sua história. «Quando eu olho para trás, sai o segundo bebé e o médico diz ‘um excelente parto pélvico’ e depois oiço um coro atrás ‘que lindo parto pélvico’. E eu digo ‘não está um coro atrás de mim?», contou.

 

Júlia Pinheiro fala sobre o aborto que sofreu e da reação do marido

«Eu também perdi um bebé», começou por dizer. «Eu também perdi um bebé há muitos anos. Nessa altura não faziam o que agora fazem. [Quando o aborto acontece] o bebé está cá dentro e estamos à espera que a expulsão aconteça. No tempo em que isto me aconteceu éramos imediatamente intervencionadas e fazíamos aquilo que se chamava raspagem.»

A apresentadora tinha 28 anos e diz que se sentiu capaz de ultrapassar. «Eu tinha 28 anos. Era nova. Tive ali um momento complicado mas senti-me capaz.»

Porém, acabou por confessar que a reação de Rui Pêgo a deixou um pouco em baixo na altura. «Deve ser a primeira vez que vou dizer isto em público. Acho que o meu marido me culpou um bocadinho», revelou.

«Hoje quando penso nisto, penso que ele olhou para mim do género ‘tu não cuidaste’. No meu caso e acho que no teu também. Eu andei muito de avião e tu também andaste de avião», disse, falando para Andreia Rodrigues.

Apesar do aborto, Júlia Pinheiro conseguiu ser mãe e tem três filhos, fruto do casamento com Rui Pêgo: Rui Maria Pêgo, de 29 anos, e as gémeas, Matilde e Carolina, de de 25.

Texto: Redação WIN| Conteúdos digitais /Fotos: Impala e Redes Sociais

 

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Júlia Pinheiro: «Fui vítima de violência obstétrica»

Júlia Pinheiro é mãe de gémeas e recordou a altura do parto. A apresentadora acabou por revelar ter sido vítima de violência obstétrica.