Judite Sousa recorda filho e pede respeito: “Haja pudor nas palavras”

Judite Sousa deixou uma nova reflexão nas redes sociais e apelou ao “respeito”, após ter saído da CNN Portugal, canal onde diz ter sido traída e maltratada. Leia o emotivo desabafo.

Judite Sousa recorda filho e pede respeito: “Haja pudor nas palavras”

Judite Sousa deixou uma nova reflexão nas redes sociais e apelou ao “respeito”, após ter saído da CNN Portugal, canal onde diz ter sido traída e maltratada. Leia o emotivo desabafo.

A saída de Judite Sousa da CNN Portugal continua a dar que falar. Depois de ter feito algumas revelações polémicas sobre o seu contrato de trabalho e de ter sido desmentida por Nuno Santos, diretor de Informação do canal e da TVI, a jornalista lança novas farpas, desta vez dirigidas a José Eduardo Moniz. Neste fim-de-semana, o diretor geral da TVI escreveu um texto nas redes sociais, referindo o “carácter desprezível” de algumas pessoas, e foram muitos os que associaram estas palavras a Judite Sousa. “A amizade é um sentimento único. Aquele que não é feito de interesse nem da oportunismo à procura de benesses. Os quase 600 km que fiz este fim de semana para o aniversário de quem é verdadeiramente amigo foram um bálsamo em dias em que o carácter de pessoas que costumava estimar se revelou desprezível“, escreveu Moniz.

Judite Sousa não tardou em responder, evocando a memória do filho, e partilhando uma fotografia na qual surge ao lado de André Sousa Bessa e na qual está também Francisco Vasconcelos, filho mais velho de Manuela Moura Guedes. Recorde-se que a jornalista era muito amiga do casal Moura Guedes/Moniz e que os filhos de ambas estudaram juntos no mesmo colégio e foram sempre muito amigos até à trágica morte de André, em 2015.

«Haja respeito, haja pudor nas palavras!»

“Nesta fotografia estão quatro pessoas. Duas destas pessoas eram amigos desde os sete anos de idade. Um já cá não está. Outro está e tem feito tudo, literalmente tudo, para honrar a memória do amigo. Nem um nem outro merecem o que foi dito nas últimas horas sobre a mãe do jovem que já cá não está”, começou por escrever Judite Sousa. “A vida é memória. E a vida, sendo memória, está muito para além de questões de natureza profissional que duram 24, 48 horas, 72 horas”, prosseguiu , terminando o texto com um pedido especial: “E depois irão surgir outras questões. E depois irão surgir outras notícias. Outros protagonistas. Outros eventos. E, no final da linha, todos iremos morrer. Mesmo quando pensamos que a morte só acontece aos outros. Haja respeito. Não pela mãe do falecido. Mas respeito pelos amigos que ele deixou e que, por certo, não subscrevem afirmações lastimáveis. Haja pudor nas palavras!”.

O rosto informativo tem estado no centro da polémica desde que denunciou o contrato a recibos verdes, expos as más condições com que trabalhou na estação de Queluz de Baixo e revelou ter sido traída e alvo de bullying na TVI.

Texto: Carolina Sousa e Patrícia Branco;
Fotos: Arquivo Impala e Redes Sociais

Judite Sousa faz declarações explosivas sobre saída da CNN Portugal
Durante uma hora e meia, Judite Sousa contou tudo sobre a polémica do momento: a sua saída da CNN Portugal ao fim de oito meses. Diz ter sido alvo de bullying e não contém a emoção. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS