José Carlos Malato: «Esta energúmena. Expulsem-na! Quanto sofrimento causou?»

José Carlos Malato não ficou indiferente à reportagem de Ana Leal emitida pela TVI que mostra psicólogos e padres que querem ‘curar’ homossexuais.

José Carlos Malato está revoltado e fez questão de o expor nas redes sociais. Esta quinta-feira, dia 10 de janeiro, a TVI divulgou a reportagem da jornalista Ana Leal cuja temática deu muito que falar. Maria José Vilaça, a psicóloga que surge na reportagem filmada com câmara oculta, é responsável por sessões de «aconselhamento espiritual» numa Igreja em Lisboa que visam ‘curar’ homossexuais.

LEIA MAIS: Ana Leal sobre psicóloga que quer curar homossexuais: «O que a senhora faz é criminoso»

A psicóloga, presidente da Associação de Psicólogos Católicos, defende ideias muito polémicas sobre a homossexualidade. Entre elas, apoia a ideia de que é possível mudar a orientação sexual das pessoas. Para isso, realiza as terapias de reconversão ou reorientação sexual, recorrendo a consultas com psicólogos, psiquiatras e padres da Igreja Católica.

A Nova Gente mostra a revolta do apresentador. José Carlos Malato, homossexual assumido, não deixou passar o assunto em branco e fez questão de partilhar a opinião através de uma publicação no Instagram.

O apresentador da RTP recorreu a um artigo de uma publicação nacional, de 2016, em que Maria José Vilaça afirma que «ter um filho homossexual é como ter um filho toxicodependente».

«Que Deus lhe perdoe porque ela sabe bem o que faz»

Malato começa por referir a psicóloga como «criatura» e «energúmena», exigindo a expulsão da mesma da Ordem dos Psicólogos.

«A Ordem dos Psicólogos já se demarcou e criticou esta energúmena. Expulsem-na! Mais uma vez reafirmo a minha convicção de que o acto médico não deve, nem pode, ser contaminado por qualquer convicção religiosa. Quanto sofrimento vai causar, já causou?», diz o rosto da RTP.

«Que Deus lhe perdoe porque ela sabe bem o que faz!», conclui.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Esta criatura chama-se Maria José Vilaça e é presidente da Associação de Psicólogos Católicos. Segundo a Tvi, realiza terapias de reconversão ou reorientação sexual, recorrendo a consultas com psicólogos, psiquiatras e padres da Igreja Católica que acreditam que é possível mudar a orientação sexual das pessoas. A Ordem dos Psicólogos já se demarcou e criticou esta energúmena. Expulsem-na! Mais uma vez reafirmo a minha convicção de que o acto médico NÃO deve, nem pode, ser contaminado por qualquer convicção religiosa. O juramento hipocrático devia incluir esta cláusula. Quanto do que tem sido construído foi agora destruído com afirmações deste tipo? Quanto sofrimento vai causar, já causou? Que Deus lhe perdoe porque ela sabe bem o que faz! #medicinadecalcutá #sepulcroscaiados #josecarlosmalato

Uma publicação partilhada por josecarlosmalato (@josecarlosmalato) a

LEIA MAIS: Previsão do tempo para domingo, 13 de janeiro de 2019

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais; Fotos: Impala e reprodução Instagram

 

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

José Carlos Malato: «Esta energúmena. Expulsem-na! Quanto sofrimento causou?»

José Carlos Malato não ficou indiferente à reportagem de Ana Leal emitida pela TVI que mostra psicólogos e padres que querem ‘curar’ homossexuais.