José Carlos Malato em depressão submete-se a medicina quântica

José Carlos Malato recorre a terapias alternativas para tratar depressão. “Aquilo era um poço da morte”, revela.

José Carlos Malato em depressão submete-se a medicina quântica

José Carlos Malato recorre a terapias alternativas para tratar depressão. “Aquilo era um poço da morte”, revela.

José Carlos Malato revela que sofreu uma grave depressão. Após ter assumido recentemente que foi vítima de abuso sexual em criança, o apresentador da RTP falou de mais uma fase complicada pela qual atravessou e contou que teve de ser acompanhado por um psiquiatra. “Passei por altos e baixos. Tive ali uma fase difícil. Procurei ajuda. Sentia-me muito deprimido, sem vontade, desmotivado”, começou por revelar a um site. “Fiquei muito em casa, durante o confinamento. Estava só com a minha família mais próxima. Depois, veio um verão cheio de trabalho, com as galas das ‘7 Maravilhas de Portugal’ e, aos poucos, as coisas foram andando e melhorando”, disse ainda.

“Continuei a viver, mas sabia que não estava bem”, Malato

José Carlos Malato, de 57 anos, explicou também que precisou de pedir ajuda. “Passei mal, a depressão bateu-me forte. Sentia-me mesmo muito deprimido. Depois, procurei ajuda de um psiquiatra e de um terapeuta. Como gosto muito de terapias alternativas, fiz uma consulta de psiquiatria, onde fui seguido durante pouco tempo. Havia coisas que era preciso falar e com as quais não estava a saber lidar”, disse, acrescentando ainda: “Continuei a viver, mas sabia que não estava bem, sabia que precisava de ajuda. Hoje, faço terapias alternativas, como a medicina quântica, e melhorei bastante. Não estava a conseguir dormir e hoje já consigo ter uma vida normal. Deito-me cedo e acordo cedo. Agora já passou. Mas foi difícil.”
José Carlos Malato fala em “poço da morte”

Além do desequilíbrio emocional, José Carlos Malato contou ainda à Flash que o seu estado de espírito se manifestou também na alimentação. “Tive que reaprender tudo, desde a alimentação. Agora, faço jejum intermitente, emagreci nove quilos. Já estava a comer muito e aquilo era um poço da morte. Hoje, já tenho uma vida mais regrada”, disse, explicando: “Estava a ficar com os valores descontrolados. Fiz exames de cardiologia e começou tudo a apitar. Agora, tenho mais cuidados com a alimentação.” O apresentador da RTP sublinhou que “estava habituado a uma vida agitada e com algum glamour” e que, de repente, ficou confinado a casa, apenas com os seus cães. “Foram eles a minha salvação. Mas já estou ótimo. Sinto-me bem e estou de novo entusiasmado com o futuro”, concluiu.

Texto: Patrícia Correia Branco;
Fotos: Impala

Impala Instagram


RELACIONADOS