Jornalista da SIC denuncia «assédio sexual» no canal

Barbara Guevara diz ter sido “alvo de assédio sexual e abuso de poder” enquanto “trabalhava em televisão enquanto jornalista, na SIC”. O seu relato junta-se ao de Sofia Arruda.

Jornalista da SIC denuncia «assédio sexual» no canal

Jornalista da SIC denuncia «assédio sexual» no canal

Barbara Guevara diz ter sido “alvo de assédio sexual e abuso de poder” enquanto “trabalhava em televisão enquanto jornalista, na SIC”. O seu relato junta-se ao de Sofia Arruda.

Barbara Guevara alega ter sido “alvo de assédio sexual e abuso de poder” – leia-se, “chantagem” – “durante anos”. Os crimes terão acontecido “sobretudo” quando a antiga jornalista da SIC Notícias, da TSF, da RTP e da Agência France Presse “trabalhava em televisão enquanto jornalista, na SIC“.

A denúncia foi feita no Twitter. “Ao longo desse tempo, outras miúdas confidenciaram-me relatos semelhantes, com as mesmas ou outras pessoas”, acrescenta Barbara Guevara, que também já assumiu a condução das manhãs da estação de rádio M80.

A antiga jornalista recorda que, aos olhos da lei, “os casos de abuso sexual e assédio prescrevem ao fim de seis meses”. Algo que, entende a própria, não faz sentido.

“Sabem quanto tempo precisa uma pessoa de perceber o que aconteceu? Sabem quanto tempo mais uma pessoa precisa para ter coragem para falar? A lei precisa de ser revista JÁ, para que estes gajos parem JÁ”, defende.

«Algumas das pessoas não eram da SIC»

Na sequência deste relato, um internauta afirma que se “devem dizer os nomes” de quem terá exercido assédio sexual e abuso de poder sobre Barbara Guevara.

Até porque, “sem nomes, temos que presumir que são todos culpados“. A visada não concorda. “Algumas das pessoas não eram da SIC e outras que o eram já transitaram para outros canais. É transversal ao meio e não a uma ‘casa’ em particular. E não, não devo dizer nomes, porque seria difamação. Devemos, sim, falar disto, como sociedade, para se educarem as mentalidades”, diz.

Barbara Guevara mudou de vida em 2017. Atualmente, segundo o seu site, é professora de meditação, psicoterapeuta e formadora de Mindfulness, sendo ainda professora de Yoga.

Texto: Dúlio Silva; Fotos: reprodução redes sociais

LEIA AINDA
Sofia Arruda volta ao tema do assédio: «Não é uma moda»
Sofia Arruda volta ao tema do assédio: «Não é uma moda»
Sofia Arruda, de 32 anos, veio a público agradecer a “onda de amor” que recebeu depois de ter afirmado ter sido vítima de assédio durante as gravações de uma novela. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS