Jorge Guerreiro foi enganado e perdeu muito dinheiro

Jorge Guerreiro deu uma entrevista a Manuel Luís Goucha e recordou este episódio difícil da sua vida. O cantor também falou também de Bruno de Carvalho: “Fazíamos uma parelha fantástica”.

Jorge Guerreiro foi enganado e perdeu muito dinheiro

Jorge Guerreiro deu uma entrevista a Manuel Luís Goucha e recordou este episódio difícil da sua vida. O cantor também falou também de Bruno de Carvalho: “Fazíamos uma parelha fantástica”.

Jorge Guerreiro foi entrevistado por Manuel Luís Goucha, no programa das tardes da TVI, e contou que já foi enganado por uma pessoa próxima. O apresentador referiu uma frase que o cantor tinha dito no vídeo de apresentação do “Big Brother Famosos” – que só tinha discutido três vezes na vida – e o ex-concorrente abordou o tema, mas sem revelar pormenores.

“Eu não gosto de ser enganado e tirou-me do sério uma pessoa que me fez uns danos grandes a nivel financeiro. Aguentei durante algum tempo, mas não foi uma pessoa correta comigo”, afirmou, acrescentando ainda: “A injustiça revolta-me um pouco”.

Manuel Luís Goucha perguntou a Jorge Guerreiro se era uma pessoa apaziguadora. “Sim, sou. Mesmo cá fora, entre amigos, eu tento criar a união. É muito mais confortável para mim se toda a gente se der bem, do que eu andar ali a aparar golpes que não são meus”, respondeu, falando depois do que se passou no reality show: “Sei que aqui fora se dizia muito que eu não opinava… mas repare, eu falei quando tinha de falar, eu opinei quando tinha de opinar. Eu não tinha de comprar guerras que não eram minhas.”

“Mas foste percebendo os golpes ou os jogos dos outros?”, questionou o apresentador. “Eu ia percebendo algumas coisas, sim, mas eram jogos”, afirmou o cantor popular.

Jorge Guerreiro diz que se divertiu muito com Bruno de Carvalho

Durante a entrevista, Manuel Luís Goucha perguntou com que concorrentes do “Big Brother Famosos”, Jorge Guerreiro tinha mais afinidade. “Existe uma fase inicial do programa que é com o Bruno [de Carvalho], com quem eu me diverti muito. Foi fantástico e acho que também ajudei um bocadinho a que o Bruno se descontruísse, porque nós fazíamos uma parelha fantastica. Não falavamos de jogo, eram só tonterias, brincadeiras, mas houve uma química fantástica. Nós conseguiamos fazer de tudo uma brincadeira”, afirmou.

“Eu dava-me com toda a gente. A Marta [Gil] foi fundamental quando ficamos presos na arena. A Marta é muito divertida”, disse, explicando que gosta de estar “onde está a boa disposição e a boa energia”.

“Com o Kasha sempre tive uma relação espectacular. Nunca fomos unha e carne, mas tínhamos uma relação de respeito desde o primeiro dia”, acrescentou ainda Jorge Guerreiro.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Reprodução redes sociais e Divulgação TVI

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS