Joaquim Sousa Martins conta como ultrapassou a covid-19: «Sentia-me verdadeiramente doente»

Joaquim Sousa Martins revela que a mulher também apanhou Covid-19 e conta como recuperaram em casa sem infetar as crianças.

Joaquim Sousa Martins conta como ultrapassou a covid-19: «Sentia-me verdadeiramente doente»

Joaquim Sousa Martins conta como ultrapassou a covid-19: «Sentia-me verdadeiramente doente»

Joaquim Sousa Martins revela que a mulher também apanhou Covid-19 e conta como recuperaram em casa sem infetar as crianças.

Joaquim Sousa Martins revela que a mulher Andrea Nunes também apanhou covid-19 e conta como recuperaram em casa, sem infetar as crianças. O jornalista da TVI esteve à conversa com Cristina Ferreira na manhã desta quarta-feira, 21 de outubro, e disse-lhe que não infetou ninguém no local de trabalho, nem sabe como contraiu o novo coronavírus (no início de outubro), pois é muito cuidadoso.

«Sempre tive muito cuidado. Não contaminei ninguém dentro da TVI», começa por dizer esta quarta-feira, 21 de outubro, no Dia de Cristina.

«Uma segunda–feira comecei a sentir o nariz tapado e um peso na cabeça. Então pensei, é sinusite, pois não tinha mais nenhum sintoma. Depois, na terça-feira, já cheguei a casa um bocado mais cansado e a minha mulher disse-me para ir fazer o teste. Quando recebi o resultado positivo fiquei tranquilo, não paniquei porque me estava a sentir bem. Pensei, se isto for sempre assim, está-se bem. Mas no fim de semana foi horrível. Sentia-me verdadeiramente doente. Não me mexia, não conseguia estar acordado muito tempo, depois à noite não dormia com dores no corpo, não tinha força, tomar banho era como fazer um iron man, não conseguia comer», começa por contar. E revela que nunca tinha sentido algo do género: «Nunca me senti tão doente, sem força nenhuma, exausto.»

Sousa Martins explica como não infetaram as crianças em casa

A mulher de Sousa Martins também esteve infetada com Covid-19. Mas «o primeiro teste dela deu negativo», conta. «No dia a seguir começa a dizer-me: “está a doer-me as pernas”», adianta, explicando que o teste seguinte viria a dar positivo.

O casal vive com os dois filhos de Andrea, de 14 e 9 anos, que não contraíram a doença. O jornalista revela que a gestão familiar foi um pouco «complicada», mas que ‘sobreviveram’ sem problema nenhum. «Toda a gestão familiar é complicada. Nós vivemos com dois miúdos, que deram negativo. Felizmente vivemos numa casa grande e mandámos os miúdos para o 1º andar. Quando eram horas de almoçar, eles desciam, iam à copa, comiam e subiam para o quarto. Nós nem os víamos. E passaram por isto sem problema nenhum. Agora uma família média portuguesa, sem primeiro andar, é mesmo complexo», diz.

Joaquim Sousa Martins já regressou ao trabalho, mas ainda com resquícios da doença, ainda que já não esteja infetado. «Chego ao final do dia de trabalho e estou cansado», revela.

Texto: Inês Neves; Fotos: reprodução Instagram e D.R.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS