João Moleira revela momento em que soube da morte do pai: «Estava no ar»

João Moleira recordou a morte do pai em conversa com Júlia Pinheiro. O jornalista soube da morte do progenitor quando estava em direto a apresentar o Jornal das Manhãs da SIC.

João Moleira revela momento em que soube da morte do pai: «Estava no ar»

João Moleira recordou a morte do pai em conversa com Júlia Pinheiro. O jornalista soube da morte do progenitor quando estava em direto a apresentar o Jornal das Manhãs da SIC.

João Moleira esteve à conversa com Júlia Pinheiro na tarde desta terça-feira, 7 de abril, onde falou sobre o momento de pandemia que vivemos e recordou a morte do pai e momento dramático em que recebeu a notícia.

Os profissionais de comunicação iniciaram a conversa sobre o tema que marca a nossa atualidade: a pandemia do Covid-19. E, se muitos portugueses permanecem em casa outros, por outro lado, mantém-se nos postos de trabalho como é o caso do jornalista que continua a noticiar as mais recentes novidades na televisão.

LEIA DEPOIS
Foge de internato em Portalegre e regressa infetada com Covid-19

«Nós temos de trabalhar. Nós, a informação, dividimos-nos em duas equipas. Trabalhamos sete dias e ficamos outros sete dias em isolamento», começou por explicar João Moleira. Um assunto que rapidamente se centrou nos mais velhos, nomeadamente na mãe do jornalista.

«A minha mãe está com uma depressão crónica»

«Tu vives também com o coração nas mãos com a tua, não é?», questionou Júlia Pinheiro. «Sim. A minha mãe tem 71 anos. Está bem. Não vou lá todos dias [visitá-la a casa] como costumava ir. Telefono. Vou lá 2/3 vezes por semana ver como ela está , do que é que precisa (farmácia, supermercado)».

«Ela porta-se bem?» volta a intervir a apresentadora em alusão às notícias que dão conta que os mais velhos têm dificuldade em se manterem fechados em casa. «Agora já se porta. Mas ao início não foi fácil para ela perceber a gravidade da situação. Agora já percebe», contou.

João recebeu uma surpresa. Uma mensagem da progenitora

«Olá João. Estou aqui para te agradecer o bom filho que tu és. Sempre presente nos bons e maus momentos da nossa vida. És um filho sempre muito preocupado comigo. És um orgulho de filho, de irmão, tio e amigo. O pai infelizmente já não está cá para te dizer mas eu sei e tu também sabes que tal como eu, ele te amava muito e tinha muito orgulho em ti. Tinha e tem onde quer que ele esteja a olhar por todos nós. Todos nós temos muito orgulho no teu percurso e profissionalismo. Continua a ser assim um menino humilde. Muitas felicidades filho, a mãe adora-te».

«Ainda és o menino dela», brincou Júlia Pinheiro após ouvir as palavras da mãe de João Moleira. No entanto, houve um segundo pormenor que não escapou à apresentadora: «Está triste». João admitiu que sim e explicou que a progenitora está com uma depressão. «A minha mãe está com uma depressão crónica já há muito tempo. Não só desde que enviuvou. O meu pai faleceu há quatro anos e qualquer coisa. Nos últimos 15 anos, a minha mãe tem sido cuidadora. Primeiro dos pais dela. Morreram num curto espaço de tempo. Depois o meu pai. Desde então há um vazio na vida dela».

João Moleira soube da morte do pai em pleno direto

Júlia Pinheiro recordou uma das últimas publicação do jornalista a falar do pai e questionou: «Lembras-te da voz do teu pai?». «Lembro», respondeu. Mas se por um lado João se recorda, por outro, Júlia confessa que não: «O meu pai morreu há mais tempo. Tenho as recordações todas menos a voz. Faz-me uma falta que não imaginas».

João Moleira emocionou-se e recordou os últimos dia do pai. «No último meio ano esteve hospitalizado. Trabalhava, ia para o hospital, dava-lhe o almoço, ia para casa buscar a minha mãe, voltávamos à visita da tarde, dávamos o jantar e íamos para casa. Até ao ultimo dia».

«Soube que o meu pai  tinha falecido às 08h45. Eu estava no ar e faltava 01h15 para acabar [o Jornal das Manhãs da SIC] . Fui até ao fim. Não disse a ninguém», recordou, explicando que soube da notícia através de uma mensagem da irmã: ‘Ligaram do hospital’». Nesse momento, João soube.

«Deste cabo de mim», frisou Júlia Pinheiro, visivelmente emocionada. «Tu fazias o mesmo. Acabei, peguei no carro e fui para casa ter com a minha mãe».

«Tive mais sorte que tu: ele esperou por mim», respondeu Júlia, em alusão à morte do seu pai. «Estava no ar no dia [da morte]. Eu fazia a tarde no canal da concorrência. No final da emissão o meu marido ligou-mee disse : ‘É hoje, vem’. E ele esperou [por ela antes de morrer]. Não imagino se seria capaz de fazer aquilo que tu fizeste», explicou.

Texto: Márcia Alves; Fotos: Redes sociais

LEIA MAIS
Quem é Ming Chu Hsu, a multimilionária que doou 4,6 milhões em equipamento médico a Portugal
Mãe e três filhos morrem infetados com o novo coronavírus

Pontos de Venda das Nossas Revistas este fim-de-semana

Impala Instagram


RELACIONADOS