João Baptista diz-se “inocente” da acusação de violência doméstica. Chama ex de “oportunista”

João Baptista está a ser acusado de agredir e ameaçar de morte a ex-namorada Dina Kelly. Ator afirma que processo foi muito bem “pensado e elaborado” por “uma senhora sem escrúpulos, oportunista e maldosa”

João Baptista diz-se “inocente” da acusação de violência doméstica. Chama ex de “oportunista”

João Baptista está a ser acusado de agredir e ameaçar de morte a ex-namorada Dina Kelly. Ator afirma que processo foi muito bem “pensado e elaborado” por “uma senhora sem escrúpulos, oportunista e maldosa”

João Baptista está a ser acusado de agressões e de ameaças de morte a uma ex-namorada. Nas redes sociais, o ator já tinha manifestado a sua indignação, mas agora, escreve diretamente sobre o caso e diz que a mulher que lhe colocou este processo é “oportunista e maldosa”. “Se todos fossem como eu, juro pela minha filha que o mundo era melhor”, começou por escrever, num story do Instagram.

“Não é mania, apenas sei o que valho e as pessoas que ajudo sem ninguém ver. Querem apagar a minha vela e difamar a minha pessoa quando na realidade só eu e os meus sabemos onde a vela arde, e da minha pessoa nada sabem”, continuou João Baptista. O ator, que os telespectadores podem ver atualmente na novela “Amor, Amor”, da SIC, faz ainda acusações à ex-namorada: “Para que conste, até posso ser acusado e o processo onde me meteram, pensado e elaborado muito bem, correr bem para uma senhora sem escrúpulos, oportunista e maldosa, mas até lá sou inocente. Não houve julgamento nenhum (…) No entanto, vou continuar a sorrir, ok? Em qualquer lado, a qualquer hora”.

João Baptista acusado de “humilhar e desconsiderar” ex-namorada

João Baptista, de 36 anos, terá de ir a tribunal para responder por um crime de violência doméstica, alegadamente praticado contra a sua ex-namorada Dina Kelly, e viu o Ministério Público acompanhar a acusação da esteticista, o que acaba por dar mais força à ação movida pela jovem.

A TV 7 Dias teve acesso ao despacho de acusação, no qual surgem descritos todos os episódios de suposta violência. No documento, o Ministério Público diz considerar que o ator “agiu com o propósito de molestar a saúde física e psíquica da sua namorada, de afetar a sua liberdade de decisão, de a humilhar e desconsiderar, com desprezo pela sua dignidade pessoal, o que quis e conseguiu”.

Texto: Patrícia Correia Branco com Carla Ventura; Fotos: Reprodução redes sociais

VEJA AGORA:
GNR tem 4 dias para dar respostas sobre acidente que matou Sara Carreira
GNR tem três dias para dar respostas sobre acidente que matou Sara Carreira
GNR tem até ao dia 12 de agosto para apresentar conclusões sobre o acidente que matou Sara Carreira, a 5 de dezembro do ano passado. Tony Carreira e família desesperam por informações sobre a tragédia (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS