Joana Amaral Dias «Eu não sou uma mulher em África que tem que levar um pote de 20 litros de água à cabeça»

Joana Amaral Dias foi convidada de Fátima Lopes no programa Conta-me Como És e fez algumas confissões sobre a vida pessoal.

Joana Amaral Dias «Eu não sou uma mulher em África que tem que levar um pote de 20 litros de água à cabeça»

Joana Amaral Dias «Eu não sou uma mulher em África que tem que levar um pote de 20 litros de água à cabeça»

Joana Amaral Dias foi convidada de Fátima Lopes no programa Conta-me Como És e fez algumas confissões sobre a vida pessoal.

Joana Amaral Dias foi a mais recente convidada de Fátima Lopes no programa Conta-me Como És, da TVI. A ex-deputada falou sobre a família e sobre os objetivos profissionais e de vida. Grande parte do que é deve-se aos pais, que também nunca aceitaram as coisas sem dar luta.

Joana conta que tanto a mãe como o pai estiveram presos. «Os meus pais fizeram parte da crise estudantil de 1969. A minha mãe esteve presa quando estava grávida do meu irmão mais velho, foi uma situação bastante complicada. Entretanto o meu pai foi contrariado para Angola, mas sempre lutou conta o Estado Novo e o Salazarismo. A política faz parte da nossa história familiar» começa por revelar.

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Impala Instagram


RELACIONADOS