O lado detestável de Joana Alvarenga [exclusivo]

Em exclusivo ao Portal de Notícias, a atriz revela que «o novo projeto arranca em janeiro».

O lado detestável de Joana Alvarenga [exclusivo]

Em exclusivo ao Portal de Notícias, a atriz revela que «o novo projeto arranca em janeiro».

Joana Alvarenga regressa às novelas com papel de protagonismo. Sem poder, ainda, revelar muito sobre o papel, diz apenas que a personagem terá um lado «detestável». Em exclusivo ao Portal de Notícias, a atriz revela que «o novo projeto arranca em janeiro». «Será uma novela e em elenco fixo, com uma personagem muito desafiadora, como ainda não me viram. Estou há 11 anos sempre a trabalhar. Não me posso queixar. Tenho trabalhado imenso com a SIC, com a TVI e agora será com outro canal. Este canal é a CMTV, sabe o Portal de Notícias Impala. «Estou muito feliz. Sou feliz a fazer o que gosto, que é representar», conta.

«Moro há muitos anos em Lisboa, mas aqui [Porto] é a minha casa», considera Joana Alvarenga

Joana Alvarenga esteve em cena com o musical infantil Pocahontas. Esta não é a primeira vez que a também modelo participa em teatro infantil. «Fiz no ano passado o musical Puck e a Fábrica de Chocolate. O público infantil é maravilhoso porque as crianças são muito puras, muito genuínas e não fazem fretes. Gostam ou não gostam. É muito desafiante porque falam muito durante a peça e tentam interagir. Quando a Pocahontas é raptada, tentam avisar que está em perigo (risos)», sublinha.

«Regressar ao Porto é bom, porque nunca consigo mostrar o meu trabalho no Norte»
«Regressar ao Porto é bom, porque nunca consigo mostrar o meu trabalho no Norte»

De regresso à cidade natal, a atriz pôde contar com a presença da família na estreia. «Regressar ao Porto é bom, porque nunca consigo mostrar o meu trabalho no Norte. É também a única forma de ter a família e os amigos do Norte numa estreia e é muito bom. Sinto que estou em casa. Moro há muitos anos em Lisboa, mas aqui é a minha casa», diz.

«Quero um príncipe, como a Pocahontas», sonha a atriz

«Quero encontrar alguém, mas não é algo que procure. O que tiver de ser será»
«Quero encontrar alguém, mas não é algo que procure. O que tiver de ser será»

Para 2019, Joana Alvarenga confessa que ter «um novo amor» faz parte da lista de desejos, embora se sinta feliz sozinha. «Também quero um príncipe, como a Pocahontas (risos). Estou solteira há alguns anos e estou muito feliz. Não procuro nada. Estou numa idade em que sei bem o que quero e estou segura de mim. Quero encontrar alguém, mas não é algo que procure. O que tiver de ser será. Estou muito focada no trabalho e quem vier que seja para bem», conclui.

Texto: Cynthia Valente; Fotos: João Ribeiro | WIN Porto e Arquivo Impala

LEIA MAIS

O que aconteceu ao cabelo de Ricardo Quaresma?

Previsão do tempo para quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

7 histórias macabras que escondem os parques de diversão abandonados

Impala Instagram


RELACIONADOS