Isabela Cardinali fala sobre fim do casamento: “Se houvesse uma traição, era bem mais fácil”

A ex-concorrente da “Casa dos Segredos” Isabela Cardinali abriu o coração a Manuel Luís Goucha e falou sobre o fim do casamento com Pedro Moreira: “”É complicado tocar neste assunto”.

Isabela Cardinali fala sobre fim do casamento: “Se houvesse uma traição, era bem mais fácil”

A ex-concorrente da “Casa dos Segredos” Isabela Cardinali abriu o coração a Manuel Luís Goucha e falou sobre o fim do casamento com Pedro Moreira: “”É complicado tocar neste assunto”.

Isabela Cardinali esteve no programa “Goucha” esta segunda-feira, dia 10 de outubro, para a primeira entrevista após o divórcio de Pedro Moreira. O casamento, que resultou de um relacionamento de quatro anos, aconteceu em julho deste ano. A união entre ambos apenas durou um mês.

Foi em 2018 que a vida de Isabela mudou radicalmente, quando ficou conhecida por entrar na sétima edição da “Casa dos Segredos”, na altura apresentada por Manuel Luís Goucha. Para além de se ter tornado numa figura pública, a circense conheceu Pedro Moreira, com quem assumiu uma relação dentro e fora do reality show da TVI. A jovem de 23 anos descreve o relacionamento amoroso com o nortenho como “espetacular” e que, tal como todas as relações, teve os seus “altos e baixos”. “Sinto que nos demos sempre bem (…) A relação era feita de amor, muito amor”, começa por dizer.

Para ler depois
Big Brother. Tatiana Boa Nova mente e é desmascarada pelos fãs (… continue a ler aqui)

Quando o apresentador a questiona sobre os motivos que levaram ao divórcio, Isabela Cardinali não controla as emoções e fica de lágrimas nos olhos. “É complicado tocar neste assunto”, diz. A ex-concorrente da “Casa dos Segredos” revela que sempre sonhou casar e, mesmo sabendo o que sabe hoje, voltava a fazê-lo sem pensar duas vezes. “Ainda digo hoje em dia que não faria sentido com outra pessoa e não acredito que no futuro faça. Já tinha comentado com ele que adorava casar, que era um sonho meu, é um dia para nós, quase como um aniversário mas em proporções diferentes (…) Foi um casamento feliz”.

Recorde-se de que o esperado matrimónio teve de ser adiado dois anos devido à pandemia de covid-19. Atento, Goucha observa que Isabela fica muito emocionada sempre que fala na ex-relação: “É interessante que sempre que fala na relação a voz treme e os olhos ficam molhados”. A influenciadora digital não consegue apontar as razões que levaram ao fim do casamento de apenas um mês e fecha-se em copas. “Altura errada no sítio errado, não sei, acho que foram as prioridades. Acho que nunca há uma razão efetiva para um casamento acabar. Se houvesse uma traição, era bem mais fácil, acho que não sofria tanto”, afirma, garantindo que não existiu qualquer traição de nenhuma das partes. Isabela confessa-se confusa, referindo que não encontra uma “razão” para o fim: “Não lhe consigo dizer uma razão, no fundo foram várias. Foi um bocadinho de tudo, o trabalho de ambos, falta de tempo…”.

A entrevistada confessa ao apresentador da TVI que considera que nunca perdoaria uma traição, se fosse o caso, porém, como não viveu essa situação, nunca se sabe. “Eu estava certíssima (em relação ao casamento)”, acrescenta. “E o Pedro?”, pergunta Goucha. “Tem de lhe perguntar a ele”, responde, prontamente.

Isabela Cardinali revela que crise já durava antes do casamento

Isabela desabafa que o relacionamento já não estava a funcionar bem antes do casamento, cerca de um ano antes do dia do “sim”, porém, mesmo assim, decidiram avançar. “O casamento era muito importante para nós e foi, mas foi um dia, um momento, os problemas que estavam antes do casamento continuaram. Podia ter sido agora ou daqui a 40 anos”. A ex de Pedro Moreira diz que encontrou nos amigos um grande apoio para superar o término, sendo que agora faz coisas que antes “não fazia”.

Em relação ao futuro, Isabela prefere não colocar já um ponto final e sim uma vírgula ou um ponto de interrogação. “Não sei se é um final, se é uma pausa (…) Será sempre o meu príncipe encantado (…) Foi mau para os dois, uma decisão muito difícil de tomar. Não sei se é para sempre, mas neste momento não fazia sentido, estávamos a magoar-nos sem necessidade. Este término foi essencial”, conta, referindo que mantém a comunicação com Pedro, com quem ainda partilha a “guarda” da cadela que era do casal.

“Dói?”, pergunta Goucha. “Sim”, diz Isabela, com os olhos em lágrimas. “Será sempre o meu príncipe encantado. Vivi uma história de encantar. Se nunca mais tiver ninguém, esta vai ser a história mais bonita da minha vida”, remata.

Texto: Inês Borges, Fotos: DR

Impala Instagram


RELACIONADOS