Isabel Silva justifica saída da TVI e fala da relação com Cristina Ferreira

Isabel Silva evocou pela primeira vez as razões da sua saída da TVI. Numa entrevista a Rui Unas para o “Maluco Beleza”, a apresentadora justificou a sua partida do canal devido a “uma profunda vontade de fazer coisas novas”.

Isabel Silva justifica saída da TVI e fala da relação com Cristina Ferreira

Isabel Silva evocou pela primeira vez as razões da sua saída da TVI. Numa entrevista a Rui Unas para o “Maluco Beleza”, a apresentadora justificou a sua partida do canal devido a “uma profunda vontade de fazer coisas novas”.

Isabel Silva esteve à conversa com Rui Unas na mais recente edição do podcast “Maluco Beleza” e logo nos primeiros instantes da entrevista, o antigo rosto da TVI evocou, pela primeira vez, a sua saída do canal onde se deu a conhecer junto do público e no qual permaneceu ao longo de uma década.

O ator e humorista começou por inquirir a nortenha sobre os rumores de um alegado desentendimento com Cristina Ferreira. A apresentadora negou qualquer mal-estar com a atual Diretora de Entretenimento e Ficção da estação de Queluz de Baixo. “Não me chateei com a Cristina”, garantiu, afirmando ainda que 2021 é “um ano de profunda transformação que pode ter tanto de assustador, como ao mesmo tempo de magnífico”, porém, afiançou que se encontra “tranquila, serena e positiva”.

A também repórter assegurou também que não existe qualquer desentendimento com a estação que a construiu primeiro “enquanto repórter”, guardando um “profundo carinho pela TVI. “É por eu gostar mesmo de televisão e por querer continuar em televisão que eu decidi fechar um capítulo”, contou Isabel Silva a Unas.

O que terá, então, motivado a sua saída do canal? Segundo a própria, o motivo prende-se por “uma profunda vontade de fazer coisas novas”, de “sair” da sua “zona de conforto” e “abraçar outro tipos de projetos”. “A TVI sempre mostrou interesse em querer continuar a trabalhar comigo como rosto de canal”, diz ainda, confidenciando ainda que o seu contrato de exclusividade “terminou no final de fevereiro”. “A minha questão tem sobretudo a ver com a minha profunda necessidade de aprender, evoluir e de abraçar novos projetos“, voltou a salientar.

Dedicada aos seus projetos paralelos, Isabel garante que quer continuar a fazer televisão, sem revelar, contudo, o que o futuro lhe reserva. Para já, tem uma única certeza: a de que não se arrepende de ter deixado a estação que a viu crescer enquanto profissional. “Esta decisão foi muito pensada, muito ponderada e dói porque são 10 anos. Mas tenho a certeza que tomei a melhor decisão, da mesma forma que tenho a certeza que adoro a TVI e que é um canal que vai ficar para sempre no meu coração”, rematou.

Isabel Silva perde exclusividade após várias negas ao canal

Foi a NOVA GENTE que lhe revelou, em exclusivo, os verdadeiros motivos da sua ausência da programação da TVI, que se concluiu com a saída da mesma do canal. Apesar de a apresentadora ter negado, anteriormente, qualquer mal-estar com Queluz de Baixo, a verdade é que Belinha – como é carinhosamente tratada – recusou vários programas que a estação lhe propôs.

A nossa publicação sabe que a apresentadora foi convidada a integrar a equipa principal do “Esta Manhã”, um dos mais recentes programas do canal, apresentado por Nuno Eiró e Sara Sousa Pinto, e recusou. E esta é a causa da não renovação do contrato. Seguiram-se também outros “nãos”: substituir Iva Domingues na condução do “Extra” do “Big Brother – Duplo Impacto”, bem como participar mais regularmente no “Somos Portugal”.

Texto: Alexandre Oliveira Vaz; Fotos: Redes Sociais

 

Impala Instagram


RELACIONADOS