Inês Herédia revela como começou namoro com Gabriela Sobral

Inês Herédia ‘abriu o coração’ perante Maria Cerqueira Gomes e os portugueses, na TVI. Entre vários temas, a atriz falou sobre homossexualidade.

Inês Herédia revela como começou namoro com Gabriela Sobral

Inês Herédia revela como começou namoro com Gabriela Sobral

Inês Herédia ‘abriu o coração’ perante Maria Cerqueira Gomes e os portugueses, na TVI. Entre vários temas, a atriz falou sobre homossexualidade.

Inês Herédia, de 32 anos, esteve à conversa com Maria Cerqueira Gomes, esta sexta-feira, dia 19 de novembro, no programa “Conta-me”, TVI, e recorda, sem tabus, como lhe foi difícil assumir-se como homossexual, admite que não queria “isso” para a sua vida, e como atualmente vive tranquila com a sua orientação sexual.

A atriz, que dá vida a Nelinha, de “Festa é Festa”, revela que pensou que tinha algum problema. “Nunca pensei viver tranquila e assumidamente lésbica, como figura pública, que isso não me trouxesse problemas, e que pudesse  ser mãe. A procura da minha orientação sexual foi muito importante para eu procurar mais do que aquilo que tinha à volta. Eu achei que havia alguma coisa errada comigo porque não havia ninguém que se assemelhasse ao que eu sentia, mas o meu lado solar e curioso fez-me ir a procura de mais. O que me salvou foi ser artista. Ir à procura de respostas na arte”, conta Inês Herédia. A atriz recorda um dos homens mais importantes da sua vida e como ele foi importante neste processo. “O Padre Ricardo foi um segundo pai para mim. Conheci-o aos 18 anos, uma idade em que começas a questionar, e o Padre Ricardo foi a primeira pessoa a ver o meu potencial e a levar-me a sério. Não que os meus pais não levassem e os amigos, mas ele foi o primeiro. É com ele que começo a trabalhar a espiritualidade. Foi a segunda pessoa a quem me assumi. A primeira foi uma amiga, que pegou em mim e me disse para ir falar com o Padre Ricardo. Quando fui falar com ele nem consegui falar, para mim era pecado, eu ia para o inferno e eu não queria isto para a minha vida. Queria ter uma família normal, ter filhos. Chorei, chorei, tremi… demorei ainda duas semanas para lhe contar e quando consegui ele levantou-se, sentou-se ao meu lado, abraçou-me e chorou comigo. Era o que eu precisava”, partilha.  

Inês Herédia estudou em Londres

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Impala Instagram


RELACIONADOS