Hospital atualiza estado de saúde de Rogério Samora

Rogério Samora continua internado no hospital Amadora-Sintra, depois de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória durante as gravações da novela “Amor Amor”, da SIC.

Hospital atualiza estado de saúde de Rogério Samora

Rogério Samora continua internado no hospital Amadora-Sintra, depois de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória durante as gravações da novela “Amor Amor”, da SIC.

O estado de saúde de Rogério Samora mantém-se estável e sem alterações significativas. Fonte do Hospital Amadora-Sintra, onde o ator da SIC está internado depois de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória, garante que “a situação é estável”.

“Está a receber todos os cuidados médicos diferenciados de que necessita”, adianta ao Jornal de Notícas, referindo ainda que Rogério Samora se mantém na unidade de cuidados intensivos.

O artista, de 62 anos, sofreu esta terça-feira, 20 de julho, uma paragem cardiorespiratória durante as gravações da novela “Amor Amor”, da SIC. À NOVA GENTE, fonte próxima do ator contou que o “prognóstico é reservado” e que Rogério Samora em cena quando “caiu de repente”. A emergência médica foi chamada de imediato, mas o ator “demorou 15 minutos a ser reanimado”, enumerou a mesma pessoa ao nosso site.

De acordo com Serviço Nacional de Saúde (SNS), uma paragem cardiorespiratória “é um acontecimento repentino e consiste na interrupção ou falência súbita das funções cardíaca e respiratória” que leva uma pessoa a ficar “inconsciente” e/ou a não respirar ou não respirar “normalmente”

As causas “podem ser diversas”. As “mais frequentes”, enumera o SNS, “relacionam-se com o coração” e prendem-se com “alterações graves do ritmo cardíaco” e “enfarte agudo do miocárdio, também designado por ataque cardíaco”.

O que fazer a uma vítima de paragem cardiorrespiratória, de acordo com o SNS

Ligar de imediato 112 para pedir ajuda
Caso existam dois reanimadores, enquanto um liga 112 e pede ajuda, o outro pode de imediato iniciar as manobras de suporte básico de vida (SBV)
Não realize ventilações em contexto de pandemia por COVID-19, dado o risco de contágio
Tape a boca e nariz da vítima com uma máscara cirúrgica ou uma peça de roupa, para reduzir o risco de contágio
Se tiver acesso a um desfibrilhador automático externo, pode utilizá-lo em segurança

E se a vítima ficar inconsciente?

Colocá-la com cuidado no chão
Ligar de imediato o 112
Iniciar o suporte básico de vida, colocando máscara cirúrgica ou uma peça de roupa a cobrir a boca e nariz da vítima. Realize apenas compressões torácicas contínua.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS