Há novidades sobre o estado de saúde de Rogério Samora

Rogério Samora está internado depois de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória. Passadas as 72 horas cruciais, o estado do ator da SIC estará “estacionário”, mas continua a ser “muito grave”.

Há novidades sobre o estado de saúde de Rogério Samora

Rogério Samora está internado depois de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória. Passadas as 72 horas cruciais, o estado do ator da SIC estará “estacionário”, mas continua a ser “muito grave”.

Rogério Samora mantém-se em “estado muito grave, mas estacionário”. A atualização sobre o quadro clínico ator da SIC, que sofreu uma paragem cardiorrespiratória na manhã da passada terça-feira, 20 de julho, é feita por fonte hospitalar ao Jornal de Notícias.

A NOVA GENTE sabe que Rogério Samora se mantém “entubado” nos cuidados intensivos do Hospital Amadora-Sintra. Já o Correio da Manhã adianta que a equipa médica que acompanha o ator continua a realizar “avaliações às lesões neurológicas”.

Rogério Samora, de 62 anos, teve a paragem cardiorrespiratória durante as gravações da novela “Amor Amor”, da SIC. À NOVA GENTE, fonte próxima relatou que do ator estava em cena quando “caiu de repente”. A emergência médica foi chamada de imediato, mas a reaniação “demorou 15 minutos” a ser feita.

De acordo com Serviço Nacional de Saúde (SNS), uma paragem cardiorespiratória “é um acontecimento repentino e consiste na interrupção ou falência súbita das funções cardíaca e respiratória” que leva uma pessoa a ficar “inconsciente” e/ou a não respirar ou não respirar “normalmente”

As causas “podem ser diversas”. As “mais frequentes”, enumera o SNS, “relacionam-se com o coração” e prendem-se com “alterações graves do ritmo cardíaco” e “enfarte agudo do miocárdio, também designado por ataque cardíaco”.

O que fazer a uma vítima de paragem cardiorrespiratória, de acordo com o SNS:

Ligar de imediato 112 para pedir ajuda
Caso existam dois reanimadores, enquanto um liga 112 e pede ajuda, o outro pode de imediato iniciar as manobras de suporte básico de vida (SBV)
Não realize ventilações em contexto de pandemia por COVID-19, dado o risco de contágio
Tape a boca e nariz da vítima com uma máscara cirúrgica ou uma peça de roupa, para reduzir o risco de contágio
Se tiver acesso a um desfibrilhador automático externo, pode utilizá-lo em segurança
E se a vítima ficar inconsciente?
Colocá-la com cuidado no chão
Ligar de imediato o 112
Iniciar o suporte básico de vida, colocando máscara cirúrgica ou uma peça de roupa a cobrir a boca e nariz da vítima. Realize apenas compressões torácicas contínua

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS