Filha de Alexandra Lencastre faz duras críticas durante viagem

A filha de Alexandra Lencastre mostrou todo o seu desagrado e não poupou críticas

Filha de Alexandra Lencastre faz duras críticas durante viagem

A filha de Alexandra Lencastre mostrou todo o seu desagrado e não poupou críticas

“Atenas- cheira mal, o ar é extremamente poluído, há mais miúdos, dos seus oito anos, a vender rosas na rua que pessoas a dançar a zorba”, é desta forma que Margarida Bakker começa por descrever a viagem à Grécia. A filha de Alexandra Lencastre não poupa críticas aos locais, salientado apenas alguns pontos positivos.

 

Outra das grandes críticas é a Mykonos, onde se aluga motas sem ser necessário documentos. “Alugam-se motos sem regras: não é necessária a carta de condução nem capacete. As regras da estrada são improvisadas consoante o mood do condutor”, relata. Na viagem até à ilha, a jovem utilizou um ferry, onde se queixou da presença, em grande escala, de americanos.

 

A crítica geral à viagem é a mais surpreendente, pela negativa. “muitos gatos em todo o lado, todos parecidos – presume-se incesto. Barcos mais pequenos no mar grego incitam o vómito de toda a tripulação. Fumar cigarros é permitido em todo o lado, incluindo dentro de autocarros, nomeadamente o condutor. O inglês é mau, mas flexível com a ajuda da mímica. As direções são dadas consoante a pessoa e a sua percepção de espaço. Por consequente a expressão “two minutes” é usada em todos os caminhos”, escreveu a Margarida nas redes sociais.

 

Fotos: D.R.

 

Notícias mais lidas do momento:

Impala Instagram


RELACIONADOS