Fernando Gomes vítima de cancro no pâncreas [tributo]

Apesar do diagnóstico, o «bibota» de ouro Fernando Gomes, antiga lenda do FCP, de 62 anos, continua a trabalhar no clube de sempre.

Fernando Gomes vítima de cancro no pâncreas [tributo]

Apesar do diagnóstico, o «bibota» de ouro Fernando Gomes, antiga lenda do FCP, de 62 anos, continua a trabalhar no clube de sempre.

Lutador por natureza, Fernando Gomes, de 62 anos, está a passar um dos momentos mais difíceis da vida. O antigo ponta-de-lança está a travar uma dura batalha contra um cancro. Recentemente, o antigo desportista viu ser-lhe diagnosticado um tumor maligno no pâncreas. Afastado dos relvados há vários anos, Fernando Gomes continua a trabalhar ao serviço do Futebol Clube do Porto, mais concretamente sendo responsável pelo departamento de scouting do clube e nem a doença o fez parar.

LEIA DEPOIS
Previsão do tempo para terça-feira, 29 de outubro

Fernando Gomes ganhou duas Botas de Ouro

O treinador Sá Pinto já lhe manifestou apoio. «Quero enviar um forte abraço ao Fernando, que atravessa uma situação difícil. Envio-lhe um forte abraço, desejando-lhe rápida recuperação.» Fernando Gomes é o melhor marcador do FCP, com 347 golos, enchendo de orgulho os seus fãs. Além disso, venceu duas Botas de Ouro na década de 1980 e, por isso, ficou conhecido como o «Bibota».

Texto: Carla Vidal Dias; Fotos: Impala

LEIA MAIS
Uma em cada quatro africanas considera violência conjugal justificável
Atira-se de 60 metros de altura com filha ao colo para ganhar fama [vídeo]

Carreira ímpar no futebol nacional

Depois de passar pelas camadas jovens do FC Porto, Gomes chegou à equipa profissional em 1974, onde conseguiu três títulos, incluindo dois campeonatos e uma Taça de Portugal. Além disso, Fernando Gomes foi o melhor marcador da Primeira Divisão por três vezes consecutivas, desde 1977 até 1979, tendo marcado no campeonato 125 golos nas seis épocas em que esteve no clube, antes de viajar para Espanha.

O salto para Espanha

Gomes chegou ao Sporting de Gijón em 1980 e regressou ao clube do norte em 1982, tendo-se mantido na equipa portista até 1989. Em Espanha, conseguiu 12 golos em 28 jogos. Durante a segunda passagem no clube portuense, voltou a ser campeão nacional mais três vezes, tendo ainda conquistado mais duas Taças de Portugal e duas Supertaças nacionais. Voltou voltou a ser o melhor marcador do campeonato português em mais três anos, somando portanto seis Bolas de Prata de melhor marcador nacional.

Prémios internacionais e fim de carreira no Sporting

Fernando Gomes terminou a carreira no Sporting Clube de Portugal, onde jogou duas épocas

Atingiu o pico da carreira ao conquistar a Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1986/87, a Supertaça Europeia de 1987 e a Taça Intercontinental de 1987 e inúmeros outros títulos nacionais. Venceu ainda a Bota de Ouro da UEFA por duas vezes, a primeira em 1983 e a última em 1985. No final, registou um total de 347 golos no FC Porto a nível sénior e 800 em todos os escalões. No final da carreira, devido a problemas internos no Porto, viajou para Lisboa para integrar o Sporting por duas épocas, entre 1989 a 1991. Fez 38 golos em 79 jogos. Atualmente é dirigente do Futebol Clube Do Porto, clube onde é acarinhado e recebido como um herói pelo clube portuense.

Impala Instagram


RELACIONADOS