Fátima Lopes entra no hospital de cadeira de rodas: «Deixei de respirar, achei que ia morrer»

Fátima Lopes teve um grande susto em 2019, quando sofreu um espasmo muscular que a levou a entrar em pânico. Graças à filha conseguiu chegar ao hospital.

Fátima Lopes entra no hospital de cadeira de rodas: «Deixei de respirar, achei que ia morrer»

Fátima Lopes entra no hospital de cadeira de rodas: «Deixei de respirar, achei que ia morrer»

Fátima Lopes teve um grande susto em 2019, quando sofreu um espasmo muscular que a levou a entrar em pânico. Graças à filha conseguiu chegar ao hospital.

Cristina Ferreira começou a manhã desta quarta-feira, 21 de outubro, com convidados muitos especiais no seu novo programa semanal da TVI. Fátima Lopes e Cláudio Ramos surgiram logo no início do Dia de Cristina e recordaram um problema de saúde que ambos tiveram, os chamados espasmos musculares, dores intensas e involuntárias nos músculos que paralisam o corpo durante algum tempo.

«Tenho as costas feitas num oito», começou por dizer Cláudio, que levou Fátima a recuar no tempo.

«Lembras-te, no ano passado, quando fui parar ao hospital? Nem consegui apresentar o programa, tive um espasmo muscular gigante nesta zona (abdominal). Fiquei sem respirar e sem me mexer. Entrei no hospital de cadeira de rodas… e ele teve isto em casa», referiu apontando para o apresentador, que confidenciou como tudo aconteceu.

«Não sabes o que é ir à casa de banho e ficar imobilizado, não me conseguia mexer e o telefone estava muito longe», recorda o apresentador, sendo interrompido por Fátima, que acabou por revelar mais pormenores do seu problema.

«Ele arrastou-se até ao telefone! No meu caso, estava a vestir uma camisola, parei, já não conseguia respirar, entrei em pânico porque tive a noção que já não ia conseguir respirar, comecei a chorar porque não conseguia respirar… Graças a Deus que tinha a minha filha em casa e, como está na área da saúde, começou a ajudar-me… Porque entrei em pânico, desatei a chorar, não conseguia respirar e achei que ia morrer. É tão simples como isto. Então, com a ajuda dela é que fui até ao hospital», relatou de forma emotiva.

Cristina Ferreira ouvia ambos com atenção e não escondeu o espanto pelo problema de saúde dos apresentadores da TVI.

Stress provoca espasmos musculares

Os espasmos musculares resultam de desequilíbrios e sobrecargas musculares. Funcionam como uma espécie de autoproteção do corpo, uma vez que sinalizam que algo não está bem com os músculos e evitam que lesões mais graves surjam.

«Os espasmos estão relacionados ao cansaço, ao stress muscular. Nas musculaturas maiores, surgem pelo acúmulo de lactato, má circulação, falta de alongamentos. Quem se submete a estímulos que vão muito além do que é suportável está mais sujeito a isso. A intensidade desse desgaste vai indicar o grau da contração», explica uma médica do Laboratório de Performance Humana, no Rio de Janeiro.

É fundamental fazer bastantes alongamentos, principalmente antes e depois de treinar. É recomendado não ultrapassar os limites do próprio corpo na hora de se exercitar.

 

Texto: Filipa Rosa; Fotos: Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS