«És feia, não tens mama», leu Rebeca enquanto lutava contra cancro

Rebeca recordou as ofensas que recebeu enquanto lutava contra um cancro da mama. A cantora esteve no programa “Casa Feliz”, da SIC, desta quarta-feira e falou do seu casamento com Élio, depois de nove anos de namoro

«És feia, não tens mama», leu Rebeca enquanto lutava contra cancro

«És feia, não tens mama», leu Rebeca enquanto lutava contra cancro

Rebeca recordou as ofensas que recebeu enquanto lutava contra um cancro da mama. A cantora esteve no programa “Casa Feliz”, da SIC, desta quarta-feira e falou do seu casamento com Élio, depois de nove anos de namoro

Rebeca esteve com o marido, Élio, no programa “Casa Feliz”, da SIC, desta quarta-feira para falarem sobre o casamento que protagonizaram no passado domingo, 13 de dezembro, em “O Noivo É Que Sabe“, também do canal de Paço de Arcos.

Juntos há nove anos, Rebeca aproveitou o momento para enaltecer o papel do agora marido em todos os momentos da sua vida, nomeadamente quando foi diagnosticada com cancro da mama, em 2017. “Precisava deste homem para sobreviver àquele problema que toda a gente sabe. Foi muito difícil passar por um cancro de mama. E quero deixar aqui uma mensagem muito especial: o meu marido é um homem com H muito grande, eu acho que todos os homens deviam rever-se nele”, disse.

“Estava na hora de mostrar a minha parte bonita”

“Porque ver-me careca, feia – porque eu sei que estava feia -, muito gordinha, muito que não era eu. E ele sempre me disse: ‘Estás bonita, meu amor’, ‘a tua careca está tão bonita’, ‘tu estás mais gordinha mas estás tão bonita’. E os homens têm que pensar que nós precisamos muito de apoio e isso o Élio deu-me sim. Não faltou a uma quimioterapia, radioterapia, e foram muitas sessões“, descreveu.

Rebeca conta que participar no programa da SIC foi uma questão bem pensada e que, se o fez, foi por acreditar que era a altura certa de mostrar o seu melhor. “Mostrar o feio da Rebeca não foi fácil. Ponderei muito. Agora, estava na hora de mostrar a minha parte bonita. Eu preciso, eu mereço ser feliz. Eu e o Élio, porque nós somos um família muito unida“, garantiu.

Tal como escreve a Nova Gente, apesar de ter contado com o apoio do marido, da restante família e dos amigos, Rebeca não esquece que houve também quem aproveitasse o seu debilitado estado de saúde para criticar.

“Algumas pessoas foram fantásticas, fãs, pessoas que me seguem, que me deram muito apoio. Mas depois também havia aquelas pessoas que me deitavam muito abaixo. Diziam ‘Estás tão feia, estás tão gorda, nunca mais vais ser a Rebeca’. Eu tentei nunca ligar, mas sofri muito por dentro. E houve um senhor que, e isso ficou-me muito no meu coração, passou o tempo todo a chamar-me feia. ‘És feia, és gorda, não tens mama‘ e eu nunca o bloqueei. E agora, passado três ou quatro meses, eu emagreci muito, fiquei com 44 quilos a menos. Agora sinto-me mais bonita e agora ele diz assim: ‘Bem, agora sim, a Rebeca é linda e boa‘. Sabem o que eu fiz? Bloqueei-o“, rematou.

Texto: Marisa Simões; Fotos: Reprodução Instagram

LEIA MAIS
UNICEF tem loja online para compra de presentes de Natal solidários

 

Impala Instagram


RELACIONADOS