Duarte Araújo, o rapaz que já venceu um linfoma e um cancro raro e que agora tem leucemia aguda

Aos 25 anos, Duarte Araújo já venceu duas grandes batalhas e está a lutar contra uma terceira: Uma Leucemia Aguda. Numa corrida contra o tempo, o rapaz precisa urgentemente de encontrar um dador de medula óssea.

Duarte Araújo, o rapaz que já venceu um linfoma e um cancro raro e que agora tem leucemia aguda

Duarte Araújo, o rapaz que já venceu um linfoma e um cancro raro e que agora tem leucemia aguda

Aos 25 anos, Duarte Araújo já venceu duas grandes batalhas e está a lutar contra uma terceira: Uma Leucemia Aguda. Numa corrida contra o tempo, o rapaz precisa urgentemente de encontrar um dador de medula óssea.

Duarte Araújo tem apenas 25 anos mas conta com uma história de vida bem marcante e algo sofrida. Aos quatro anos venceu um Linfoma e aos 22 anos, após partir um braço, descobriu que tinha de enfrentar uma nova batalha: lutar contra um Schawnoma, um cancro raro nos ossos. Agora, Duarte enfrenta mais um desafio da vida e precisa de ajuda para vencer a Leucemia Aguda que o levou a ser internado no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, no passado dia 11 de julho.

Isabel Emiliano, mãe do jovem, tem feito de tudo para ajudar a encontrar um dador de medula óssea para o filho, que precisa de um transplante urgentemente de modo a conseguir vencer a leucemia, já que este está numa luta contra o tempo, e criou uma página de apoio a Duarte nas redes sociais. No perfil criado, Isabel relata o quotidiano do filho durante esta luta e apela a «quem reúna as condições de dador e queira salvar uma vida» que se torne dador de medula óssea.

Habituada a estar ao lado de Duarte durante todas as lutas passadas, tal como referiu na entrevista a Diana Chaves, na SIC, Isabel relata agora os poucos momentos em que consegue ver o filho, à distância, já que este não pode ter visitas no hospital. «Tivemos a grande alegria de o ver à porta da enfermaria (3 metros de distância entre nós) em pé e a sorrir…de repente por 2 minutos estivemos naquela “bolha” só nossa, em que falamos mais com os olhos. Está magro, debilitado, mas o sorriso e o brilho nos olhos são os de sempre…», afirmou numa publicação deixada recentemente na página de apoio a Duarte.

«O Duarte tem uma forma de estar na vida que toca toda a gente que o conhece. Desde pequenino que é um guerreiro, mesmo», contou ainda Isabel Figueiredo também na conversa com Diana Chaves.

Quem pode ser Dador?
Principais condições para se inscrever como potencial Dador de Medula óssea:

Ter entre 18 e 45 anos;
Peso mínimo de 50kg;
Altura superior a 1,5m;
Ser saudável;
Nunca ter recebido transfusões após 1980;
( Nota: Não precisa de estar em jejum)

Quem não se pode registar como Dador de Medula óssea no Registo Português?

Não poderá registar-se como Dador de Medula Óssea se tiver pelos menos uma das seguintes condições:

Idade inferior a 18 anos ou superior a 45 anos;
Altura inferior a 1.50m;
Peso inferior a 50kg;
Obesidade Mórbida, mesmo nos casos de colocação de Banda ou Bypass Gástrico;
Patologia Cardíaca;
Hepatite B ou C, alguma vez na vida;
Doença Oncológica;
Transfusão de sangue depois de 1980;
Doenças Auto-imune (Artrite Reumatóide, Lúpus);
Doenças infecto-contagiosas;
Insuficiência renal;
Patologia da Tiróide;
Diabetes;
Anemia Crónica;
Hérnia Discal;
Fibromialgia;
Glaucoma;
Não compreender a língua portuguesa tanto na sua forma oral como escrita;
Não ter residência estabelecida em Portugal.
Se tiver dúvidas sobre os critérios de exclusão consulte o site do ipst.pt  ou ligue para o 217504100.

NOTAS:

1 – Chamamos a atenção para o facto desta lista de factores que impedem a inscrição no CEDACE como potencial dador de medula óssea, não ser exaustiva, limitando-se a conter apenas informação básica geral;
2 – Quem não puder tornar-se dador de medula óssea, tem sempre outras formas de ajudar

Para mais informações contacte o IPST

No caso de poder registar-se como potencial dador de medula óssea, pode um dia ser “ativado” e ter o privilégio único de SALVAR UMA VIDA!

Como pode tornar-se Dador?

O que deve saber antes de se registar como potencial Dador de Medula óssea:

Registar-se como potencial Dador de Medula óssea implica apenas preencher um impresso e tirar uma pequena amostra de sangue, nada mais.
Só uma ínfima quantidade de potenciais Dadores tem o privilégio de ser “activado” e realmente poder salvar uma vida.
O potencial dador pode, em qualquer momento, desistir do processo.
A decisão de se registar como Dador deve portanto ser uma decisão totalmente voluntária, ponderada e consciente para não causar falsas expectativas em doentes necessitados.

Uma vez registado como potencial dador poderá ser chamado para salvar alguém até aos 55 anos de idade.

É necessário apresentar o BI/cartão de cidadão quando se vai inscrever como dador;
Preenche-se formulário disponível nos locais de recolha móvel ou nos locais de recolha permanente entre os quais se incluem os 3 Centros de Histocompatibilidade (sff consultar as Notas da APCL sobre Locais fixos e Brigadas móveis para recolha). Também pode fazer o download do formulário em:http://ipst.pt/index.php/cedace-mo/cedace-ser-dador/cedace-info
No local de recolha, é-lhe retirada uma pequena amostra de sangue (12 ml) que posteriormente é analisada;
Feita a recolha de sangue, passa automaticamente a integrar a Base Nacional de Dadores de Medula Óssea (CEDACE) e a Base Mundial: BMDW, Bone Marrow Donors Worlwide;
Em qualquer altura poderá ser contactado pelo CEDACE para teste adicionais, caso seja compatível com algum doente que necessite de transplante, em Portugal ou no estrangeiro;
Para actualização dos seus dados enquanto potencial dador de medula óssea (alteração de morada, contactos e ou outras informações que considere relevantes) por favor contacte o 217504100 ou envie um email para [email protected]

Onde pode tornar-se Dador

O que levar:

BI e Cartão de Utente ou Cartão de Cidadão. No caso dos cidadãos estrangeiros, deverão levar o Visto de Residência.

O que é feito:

Preenchimento de um questionário e caso reúna as condições necessárias para se tornar dador de medula óssea, é-lhe retirada uma pequena amostra de sangue.
Onde se Pode Tornar Dador se Medula Óssea – Brigadas Móveis:

Pode consultar as brigadas móveis diariamente em:

dador.pt ou ipst.pt

Onde se Pode Tornar Dador se Medula Óssea – Locais fixos:
(alguns destes postos exigem a dádiva de sangue para que a inscrição como potenciais dadores de medula óssea possa ser feita, a dádiva de sangue é também um contributo fundamental, se puder, dê sangue):
Zona Sul

Lisboa – Centro de Sangue e da Transplantação

Recinto do Hospital Pulido Valente
Alameda das Linhas de Torres, 117
1769-001 Lisboa
Contacto: 217 504 100 / [email protected]
Horário: 2ª a 5ª feira (8h às 16h) e 6ª feira (8h às 15h)
Lisboa – Centro de Sangue e da Transplantação de Lisboa

Parque da Saúde, Pav. 17
Avenida do Brasil, 53
Contacto: 217 921 000
Horário: 2ª a Sábado (8h às 19h30) e domingo( 8h às 14h30)
Lisboa – Instituto Português de Oncologia (Piso 2)

Rua Professor Lima Basto
1099-023 Lisboa
Contacto: 217 229 800
Horário: 2ª a 6ª feira (9h às 16h)
Lisboa – Hospital D. Estefânia (Piso 1)

Rua Jacinta Marto
1069-045 Lisboa
Contacto: 213 126 907
Horário: 2ª a 6ª feira (9h às 13h)
Lisboa – Hospital Curry Cabral (Piso 0)

Rua da Beneficência
1069-166 Lisboa
Contacto: 217 924 260
Horário: 2ª a 6ª feira (8h30 às 15h30)
Amadora- Hospital Fernando da Fonseca (Amadora Sintra – Piso 2)

Estrada IC 19
2700 Amadora
Contactos: 214 348 270
Horário: 4ªs (8h às 20h) e 5ªs feiras (08h às 13h)
Hospital do Barreiro (Piso 1)

Av. Movimento das Forças Armadas
2830-094 Barreiro
Contacto: 212 147 340
Horário: 2ª a 4ª (9h às 12h)
Almada – Hospital Garcia de Orta (Piso 1)

Av. Torrado da Silva – Pargal
Almada
Contacto: 212 940 294
Horário: 2ª a 6ª (9h às 12h30)
Setúbal – Hospital de São Bernardo

Rua Camilo Castelo Branco
Setúbal
Contacto: 265 549 049
Horário: 2ª a 5ª (11h às 13h)

(marcação prévia necessária)
Hospital de Vila Franca de Xira

Estrada Nacional nº 1 – Povos
2600-009 Vila Franca de Xira
Contacto: 263 006 500
Horário: 3ªs e 5ªs (9h às 16h)

(marcação prévia necessária)
Santarém – Biolabor – Laboratório de Análises Clínicas

Rua Luís de Camões, 10
2000-116 Santarém
Contacto: 243 309 780
Horário: 2ª a 6ª (08h às 19h) e Sábados (08h às 12h)
Hospital de Torres Novas (Piso 0)

Av. Xanana Gusmão, Apart. 45
2350-754 Torres Novas
Contacto: 249 810 100
Horário: 3ªs e 4ªs (9h00 às 13h00)
Hospital de Abrantes (Piso 3)

Largo Eng. Biocas
2200-202 Abrantes
Contacto: 241 360 700
Horário: – 3ªs e 4ªs (9h às 13h)
Hospital de Tomar (Piso 1)

Av. Maria de Lurdes Melo e Castro
2304-919 Tomar
Contacto: 249 320 100
Horário: 3ªs e 4ªs (9h às 13h)
Hospital de Beja (Piso 0)

Rua Dr. António Fernando Covas Lima
7800-319 Beja
Contacto: 284 310 200
Horário: 2ªs, 3ªs e 5ªs (9h30 às 12h30; 14h30 às 16h)
Hospital de Évora (Piso 0)

Largo Nossa Senhora da Pobreza
7800-811 Évora
Serviço de Sangue – Piso 4
2ª a 6ª feira
Entre as 9h00 e as 13H00 e as 14h00 e as 16h00
Hospital de Elvas (Piso 2)

Rua Mariana Martins
7350 Elvas
Contacto: 268 637 600
Horário: 3ªs e 4ªs (9h às 13h)
Hospital de Portalegre (Piso 2)

Av. Santo António – Apartado 328
7301-853 Portalegre
Contacto: 245 301 000
Horário: 2ª a 6ª feira (8h às 13h)
Santiago do Cacém – Hospital do Litoral Alentejano (Piso 1)

Monte do Gibardinho – Estrada Nacional 261
7540-230 Santiago do Cacém
Contacto: 269 818 100
Horário: 3ªs e 5ªs (9h às 12h)
Portimão – Hospital do Barlavento Algarvio (Piso 1)

Sítio do Poço Seco
8500-338 Portimão
Contacto: 282 450 341
Horário: 2ª a 5ª feira (14h às 15h30)
Hospital de Faro (Piso 2)

Rua Leão Penedo
8000-386 Faro
Contacto: 289 891 275
Horário: 2ªs feiras (08h30 às 12h)

(marcação prévia necessária)

Zona Centro

Coimbra – Centro de Sangue e da Transplantação

(Perto do Hospital dos Covões, frente à Escola Inês de Castro)

Rua Escola Inês de Castro, São Martinho do Bispo
3040-226 Coimbra
Contacto: 239 791 070
Horário: 2ª a Sábado (8h às 19h30)
Hospital Distrital de Leiria

Rua das Olhalvas
Contacto: 244 817 000
Horário: 2ªs, 4ªs e 6ªs (8H às 15H)
Viseu – Hospital de São Teotónio

Serviço de Sangue
Av. Rei Dom Duarte
3504-509 Viseu
Contacto: 232 420 500
Horário: só parte da manhã
Hospital Distrital Castelo Branco

Serviço de Sangue
Av. Pedro Álvares Cabral
6000-084 Castelo Branco
Contacto: 272 000 200
Hospital da Covilhã (Cova da Beira)

Serviço de Sangue
Alameda Pêro Covilhã
6200-507 Covilhã
Contacto: 275 330 000

Zona Norte

Porto – Centro de Sangue e da Transplantação

Rua Dr. Roberto Frias
Recinto do Hospital de S. João (Pavilhão “Maria Fernanda”)
4200-465 Porto
Contacto: 225 573 740 – [email protected]
Horário: 2ª a 6ª feira (8h00 às 16h00)
Porto – Hospital de São João

Serviço de Sangue
Alameda Prof. Hernâni Monteiro
4200-000 Porto
Contacto: 225 074 287 – [email protected]
Horário: 2ª a 6ª feira (08h30 às 19h); Sábados (09h às 12h30; 14h30 às 19h)
Porto – Centro de Sangue e da Transplantação

Rua de Bolama, nº 133
4200-139 Porto
Contacto: 225 083 400 – direçã[email protected]
Horário: 2ª a Sábado (8h00 às 19h30)

Madeira
Hospital Central do  Funchal

Av. Luis de Camões
Serviço de Banco de Sangue
Tel. 291 705750 (nº directo do serviço
Horário: das 9h às 13h

Açores
Ponta Delgada

Hospital do do Divino Espírito Santo,
Serviço de Hematologia, 4º piso

Texto: Inês Marques Fernandes; Fotos: redes sociais

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS