Cristiano Ronaldo gasta mais de 30 mil euros em duas garrafas de vinho

Cristiano Ronaldo aproveitou a não convocação para os jogos de Portugal para visitar Londres e gastar uma pequena fortuna num restaurante.

Apesar de não ter sido convocado por Fernando Santos para os jogos da Liga das Nações frente à Itália e à Polónia, Cristiano Ronaldo não ficou a descansar em Turim e aproveitou a pausa no campeonato italiano para visitar Inglaterra junto com a família.

Com Georgina Rodriguez e o filho mais velho, Cristiano Jr., como companhia, o astro da Juventus acompanhou de perto as finais do torneio de ténis ATP e jantou no restaurante Scott’s, no bairro de Mayfair.

LEIA MAIS: Cristiano Ronaldo defende Georgina Rodríguez de bola de ténis. Veja o vídeo

Fortuna gasta em vinho

Durante os quinze minutos em que esteve no bar do restaurante, na companhia de Georgina, Cristiano Jr. e dois amigos, Cristiano Ronaldo pagou cerca de 31 mil euros por duas garrafas de vinho.

LEIA MAIS: David e Victoria Beckham celebram 19 anos de casamento

Segundo testemunhos, o internacional português começou por pedir uma garrafa de Richebourg Grand Cru, o vinho mais caro do mundo e que cada garrafa tem o preço de 20 mil euros.

O vinho da região francesa da Borgonha é tão raro que nem está no menu ou é oferecido aos clientes mais ricos que frequentam o restaurante de luxo londrino.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

About last night! Amazing dinner at @zelalondon 👌🏽🔝

Uma publicação partilhada por Cristiano Ronaldo (@cristiano) a

Na segunda garrafa Cristiano foi mais comedido, gastando ‘apenas’ dez mil euros numa garrafa de Pomerol Petrus de 1982.

Presentes no bar afirmam que Ronaldo e o grupo que o acompanhava estão de bom humor e a festejar o aniversário da sua filha Alana Martina, saindo pouco tempo depois de terem pedido a garrafa de Pomerol e nem terminando a mesma.

 

Cristiano Ronaldo e o álcool

Conhecido pela sua dedicação e entrega ao trabalho, desde criança que Cristiano Ronaldo sofreu com o álcool e com os problemas que o seu pai, Dinis Aveiro, enfrentou durante décadas.

Em 2010, o jornal Daily Telegraph foi ordenado a emitir um pedido público de desculpa e ao pagamento de uma indemnização ao jogador português, então no Real Madrid, devido à publicação de uma notícia falsa.

LEIA MAIS: Ronaldo e o caso da violação: “O meu filho é pequeno demais para perceber”

Allan Dunlavy, representante legar de CR7 no processo, afirmou, à data, que «ele [Ronaldo], por regra, não bebe álcool, porque leva a sua saúde e o seu desempenho muito a sério».

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Cristiano Ronaldo gasta mais de 30 mil euros em duas garrafas de vinho

Cristiano Ronaldo aproveitou a não convocação para os jogos de Portugal para visitar Londres e gastar uma pequena fortuna num restaurante.