Catarina Furtado Assume medo da morte: “Receio o dia em que não puder abraçar os meus filhos”

Catarina Furtado esteve à conversa com Manuel Luís Goucha e abriu o coração sobre alguns dos assuntos que mais a apaixonam: as causas humanitárias e a família que construiu ao lado do ator João Reis.

Catarina Furtado Assume medo da morte:

Catarina Furtado Assume medo da morte: “Receio o dia em que não puder abraçar os meus filhos”

Catarina Furtado esteve à conversa com Manuel Luís Goucha e abriu o coração sobre alguns dos assuntos que mais a apaixonam: as causas humanitárias e a família que construiu ao lado do ator João Reis.

Catarina Furtado foi a mais recente convidada do programa da TVI, “Conta-me“, emitido este sábado, 27 de fevereiro.  A apresentadora da RTP1 concedeu uma entrevista a Manuel Luís Goucha onde houve espaço para falar da sua vida pessoal, mas também alguns dos momentos mais marcantes acerca das causas humanitárias pela qual a comunicadora, de 48 anos, dá a cara. 

Começou a ser voluntária com apenas nove anos e rapidamente descobriu o que era a “discriminação”. Desde então, geriu sempre a vida como figura pública entre a fama e as causas humanitárias, tornando-se embaixadora da ONU. Aquilo que mais a aflige é o “salve-se quem puder”, o “egocentrismo” e o “egoísmo”.

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Impala Instagram


RELACIONADOS