Casados à Primeira Vista: João acusado de fraude

A comunidade de airsoft conhece bem João Fernandes de Casados à Primeira Vista. Em 2013, organizou um evento que não aconteceu e ficou a dever 18 mil euros.

Casados à Primeira Vista: João acusado de fraude

A comunidade de airsoft conhece bem João Fernandes de Casados à Primeira Vista. Em 2013, organizou um evento que não aconteceu e ficou a dever 18 mil euros.

Quem vê João Fernandes, vê apenas o arquiteto aventureiro que aceitou casar com uma desconhecida no programa da SIC, Casados à Primeira Vista. Mas fora do ecrã, o concorrente é considerado o principal culpado de uma situação que provocou prejuízos avultados a mais de 600 pessoas. Em 2013, a Associação Lusitana de Airsoft entregou a organização da segunda edição do Oscar Mike II/WW3 a João Fernandes. O evento, onde durante seis dias centenas de jogadores iriam defrontar-se num cenário realista de guerra, reunia jogadores de Airsoft vindos de toda a Europa. Helicópteros, viaturas militares, espaços para acomodar os jogadores, elementos de segurança e staff, bares e um palco para música ao vivo. Estava tudo prometido.

LEIA MAIS: Após tentativa de violação, surfista portuguesa é esfaqueada no Estoril

Durante meses, João Fernandes terá garantido à Associação Lusitana de Airsoft que tudo estaria a ser tratado. Contas feitas, mais de 600 participantes inscreveram-se para o Oscar Mike II/WW3 a troco de 30 euros cada.

Cenário de caos

A poucos dias do início do evento começaram a levantar-se as primeiras dúvidas quanto à capacidade de organização de João Fernandes. A Associação descobriu que o arquiteto não tinha tratado das autorizações camarárias e que a polícia desconhecia por completo o evento que ia decorrer nos pinhais próximos de Ílhavo. Quando, no dia 28 de maio, as primeiras equipas chegaram ao recinto, confirmou-se o que se temia.

A organização era inexistente. Não havia staff, veículos, água e eletricidade. A confusão estava instalada e a esmagadora maioria dos jogos não puderam ser realizados. João Fernandes estava presente, mas parecia completamente alheado da realidade, incapaz de dar explicações.

LEIA MAIS: Avó de 8 netos dá à luz quadrigémeos

Entre ataques de choro e momentos de total letargia, o organizador ia pedindo desculpas aos jogadores. Os ânimos exaltaram-se e o evento quase se transformou em motim quando os primeiros jogadores pediram para lhes devolver o dinheiro das inscrições. Os participantes que vieram de fora de Portugal, exigiam também indemnizações pelas viagens e despesas de estadias.

Onde está o dinheiro?

Um dos participantes, que prefere não ser identificado, garantiu à ANA que o valor das inscrições, cerca de 18 mil euros foi transferido para uma conta bancária que pertencia à avó de João Fernandes. Entre pedidos de desculpas e explicações escassas, o organizador terá afirmado várias vezes que não tinha dinheiro para devolver, uma vez que o valor teria sido gasto na totalidade.

«Aproveitei ainda para ir buscar o debilitado João Fernandes que não consegue responder à pergunta essencial que ainda corre nos dias de hoje, ‘Onde está o dinheiro?’. Apenas sabemos que as t-shirts do evento custaram 3000 euros e os patches 2000.»

Veja as explicações de João Fernandes a partir do minuto 18:

Perante este tipo de explicações, por pouco não aconteceu uma situação de violência generalizada. O que não impediu que ocorressem saques e roubos em várias tendas, chegando a polícia a ser chamada, como se pode ler num comunicado oficial da Associação Lusitana de Airsoft, assinado pelo presidente Luís Silva:

«A ALA-APD não assume quaisquer responsabilidades decorrentes de compromissos assumidos e incumpridos pelo Senhor João Fernandes, o qual continua a ser o único responsável pelo evento (…) Assistiu-se a uma incitação à violência, que não degenerou em violência direta, mas que contribuiu em larga escala para as pilhagens (duas tendas de campanha e um portátil, material da ALA-APD)».

O dinheiro, esse, nunca terá sido devolvido e as contas nunca puderam ser confirmadas, uma vez que João Fernandes não terá chegado a apresentá-las.

o forum Ptairsoft.com, quem participou no Oscar Mike II/WW3 não tem dúvidas sobre o que se passou: «Esta tentativa de evento/jogo foi uma fraude, legalmente é isso que se chama.»

(notícia publicada na revista ANA 1118)

LEIA MAIS: Previsão do tempo para quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Texto: Redação ANA | Fotos: Xposed / Shine Iberia

 

Impala Instagram


RELACIONADOS