Carolina Carvalho em lágrimas pela leucemia em estado avançado da irmã de 8 anos

Carolina Carvalho esteve à conversa com Júlia Pinheiro no programa das tardes da SIC e recordou um dos períodos mais difíceis da sua vida, o momento em que soube que «a irmã do meio», com apenas oito anos, enfrentava uma leucemia em estado avançado.

Carolina Carvalho em lágrimas pela leucemia em estado avançado da irmã de 8 anos

Carolina Carvalho esteve à conversa com Júlia Pinheiro no programa das tardes da SIC e recordou um dos períodos mais difíceis da sua vida, o momento em que soube que «a irmã do meio», com apenas oito anos, enfrentava uma leucemia em estado avançado.

Carolina Carvalho esteve à conversa com Júlia Pinheiro esta quarta-feira, dia 8 de abril, e relembrou um dos períodos mais difíceis da sua vida, a doença quase mortal de uma das suas irmãs. Carolina tinha 15 anos e Simone apenas 8 quando foi diagnosticada com uma leucemia em estado avançado.

«A Simone é um ser com muita força. Foi a que de nós todos foi mais posta à prova pela vida. Quando tinha oito anos, foi diagnosticada com uma leucemia e, durante dois anos, foi um período complicado para todos. Sempre fomos muitos unidos e fomos todos postos à prova porque, eventualmente, ela poderia nao vencer esta batalha mas felizmente venceu», começou por contar a atriz, emocionada.

Na altura, Carolina que era a irmã mais velha – no total, são sete irmãos – não entendia por que razão aquela doença grave afetava a irmã. «Eu dizia sempre: ‘Mas por que é que não foi comigo porque sou a mais velha? Porquê com ela? Achava muito injusto e que não fazia sentido», revelou.

Carolina Carvalho confessa que chorava «no quarto» e «sozinha»

Durante este período que Carolina recorda sem conseguir esconder a comoção, a atriz tentou ser o pilar dos irmãos. «Mentalizava-me que, se eu fosse abaixo naquele momento, todos os meus irmãos me tinham como ‘exemplo’ e que isso não podia acontecer. Tentava manter a mesma energia mas era difícil», desabafou, revelando que, na altura, para mostrar força, chorava «no quarto, sozinha».

A família receou perder a irmã de Carolina, devido ao estádio já avançado da doença. «Houve uma altura em que eu achei que, de alguma forma, os meus pais nos tentavam preparar para a possibilidade de nos termos de despedir e aí custou», recordou a atriz, ressalvando, contudo, que nunca acreditou que a irmã pudesse partir. «Sempre achei que não era possível. Achei que ninguém iria roubar-nos a nossa irmã, era impossível, mas tinha medo», relembrou.

As aprendizagens que ficaram para a vida

Este foi um período muito marcante para a atriz que, mais tarde, teve repercussões na sua vida. «Eu acho que sofri esse período, dois anos mais tarde. Houve uma altura em que eu não percebia por que é que, às vezes, me sentia triste, porque é que, às vezes, havia algumas coisas que me revoltavam, e depois percebi que foi por que eu decidi não sofrer naquele momento e sofrer mais tarde», contou a atriz.

A irmã de Carolina venceu o cancro e recuperou. «O amor acabou por vencer», disse Júlia Pinheiro. «Sim, venceu», respondeu a atriz.

Volvidos dez anos, Carolina Carvalho olha para este momento difícil como uma ‘lição de vida’ e acredita que esta foi uma ‘batalha ‘que tornou a família mais forte. «Todos nós aprendemos a desvalorizar muitas coisas que, às vezes, nos fazem sofrer em vão, e a valorizar outras e o amor é uma delas, vence tudo», afirmou.

O início de namoro «incerto» com David Carreira

O namoro com o cantor David Carreira que dura há dois anos foi outro dos temas abordados durante a entrevista. Carolina Carvalho contou que tudo começou com uma mensagem no Facebook mas que, só vários anos depois deste contacto, é que a atriz e o cantor tiveram a oportunidade de se conhecer pessoalmente.

Carolina Carvalho explicou por que razão preferiu um início de namoro discreto e revelou que a data do início da relação não é consensual entre os dois. «Eu e o David discutimos nisso. Eu não sei o dia ao certo em que nós começamos a namorar. Ele tem uma opinião, eu tenho outra e muda em meses. Ele acha que é um mês, eu acho que é outro.Optamos por dizer que é há dois anos e uns meses», disse entre risos.

A discrição inicial do namoro deveu-se ao facto de David Carreira ter uma carreira com alguma projeção mediática e não só. «É obvio que assusta. [O David Carreira] tem uma legião de fãs muito grande. Demoramos tanto tempo a assumir o nosso relacionamento porque ele sabia que tudo me ia ‘cair em cima’ de repente. Ele ajudou-me muito porque sabia que eu ia sofrer isso. Tivemos muito cuidado por isso mesmo», esclareceu a atriz, ressalvando que «hoje tem a certeza que a forma como as coisas aconteceram foi a certa e que não poderia estaria mais feliz».

Atriz não quer ter filhos para já

No que respeita aos planos futuros, Carolina Carvalho revelou que quer investir numa carreira internacional e que gostava de vir a trabalhar na América Latina e no Brasil. Por isso, a aprendizagem de novas línguas é um objetivo a concretizar a curto prazo. «Imagino-me no mercado espanhol e é uma das coisas que eu vou fazer agora na quarentena, estudar espanhol. Quero falar espanhol perfeito e vou também aprimorar o meu inglês, apesar de eu já falar bem, mas quero que fique num nível perfeito para poder fazer castings em inglês», revelou a atriz.

No campo pessoal, confessa-se apaixonadíssima pelo namorado, mas, para já, não pretende dar o passo da maternidade. Com 25 anos, a atriz diz ser ainda «muito cedo».

A quarentena está a ser vivida com muito amor, ao lado do namorado e há tempo para várias atividades em casa. «Tentamos manter uma rotina, levantamo-nos cedo, almoçamos e jantamos à mesma hora e aproveitamos para fazer outras coisas. O David continua a compor e a fazer músicas em casa e eu aproveito para estudar os textos do ‘Golpe de Sorte’. Temos cozinhado, temos feito bricolage…», partilhou a atriz.

Texto: Sofia Santos Cardoso; Fotos: Reprodução Instagram

LEIA MAIS
Ciclone Harold destruiu 70% das casas da segunda cidade mais populosa de Vanuatu

Leia a sua revista sem sair de casa

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

Eis os passos a seguir:

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2- Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Não tem conta PayPal? Não há problema! Pode pagar através de transferência bancária!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS