Bruno Nogueira revela que «Como é Que o Bicho Mexe» vai ter documentário na SIC

Bruno Nogueira foi entrevistado por Rodrigo Guedes de Carvalho e revelou pormenores sobre o documentário Como É Que o Bicho Mexe, que será transmitido na SIC

Bruno Nogueira revela que «Como é Que o Bicho Mexe» vai ter documentário na SIC

Bruno Nogueira revela que «Como é Que o Bicho Mexe» vai ter documentário na SIC

Bruno Nogueira foi entrevistado por Rodrigo Guedes de Carvalho e revelou pormenores sobre o documentário Como É Que o Bicho Mexe, que será transmitido na SIC

Bruno Nogueira foi o convidado do Jornal da Noite, da SIC, desta terça-feira, 6 de outubro, e falou sobre o programa transmitido em direto no Instagram Como É Que o Bicho Mexe, criado pelo humorista em tempos de pandemia da Covid-19, e que deu agora origem a um documentário que poderá ser visto numa plataforma online criada pela SIC: a OPTO SIC.

O documentário foi criado com base no último episódio do programa digital, em que Bruno Nogueira e Nuno Markl pediram que todos aqueles que assistiram ao Como É Que o Bicho Mexe enfeitassem as janelas de casa com luzes de Natal. Esse episódio, a juntar aos anteriores, atingiu proporções gigantes, o que levou o humorista a confessar agora, em entrevista a Rodrigo Guedes de Carvalho, que tal o assustou e preocupou.

«Assustou-me no último dia em que fomos para a rua e em que eu e o [Nuno] Markl, no caminho de minha casa até casa do Markl, eu não vi nenhuma janela com luz e o Markl disse: «Aqui também não há nenhuma janela com luz, há um vizinho meu que tem. De repente começámos a perceber que há muita gente no caminho e na estrada. E houve ali uma altura em que me deu uma espécie de claustrófobia porque estava o trânsito parado e estava a acontecer muita coisa. E eu estava muito preocupado porque as pessoas estavam na rua e não deviam estar. Ao mesmo tempo foi muito comovente», confidenciou.

Bruno Nogueira afirmou que o Como É Que o Bicho Pega surgiu numa altura em que a família estava separada e em que ele precisava de ocupar o tempo, sem nunca pensar que atingiria as proporções que atingiu e sem querer «usar aquilo para patrocínios». «A minha mulher estava fora do País e eu estava só com as três crianças e precisava de falar com adultos e beber», revelou.

Novo projeto televisivo tem «qualquer coisa do que foi o espírito do Como É Que o Bicho Mexe»

O humorista, que se juntou à SIC em setembro deste ano, não revelou pormenores sobre o novo programa de que fará parte e limitou-se apenas a dizer: «Eu sei que não posso divulgar muito e também não sei se me interessa divulgar muito porque eu próprio ainda não sei muito o que vou fazer.»

A nova aposta da SIC referiu, no entanto, que traz para o novo projeto televisivo «qualquer coisa do que foi o espírito do Como É Que o Bicho Mexe». O programa digital, criado numa altura em que todos estariam em confinamento obrigatório, deu ao humorista «uma liberdade» que lhe permitiu criar algo que ficou para a história.

«De repente poderes dinamizar um programa, quase que realizas e fazes ao mesmo tempo, que era aquilo que acontecia, que era poder gerir o tempo de conversa, consoante o tempo que tu achavas que estava a ter ou não. Eu acho que vai ter esse nível…», contou.

Texto: Marisa Simões

LEIA MAIS

Meteorologia: Previsão do tempo para quinta-feira, 8 de outubro

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS