Big Brother. Joana Diniz vai de pijama ao “Dois às 10”

Joana Diniz foi a concorrente expulsa do “Big Brother – Duplo Impacto”. Acusada de ter passado os dias em pijama, surgiu na antena da TVI, já esta manhã, com roupa de dormir vestida.

Big Brother. Joana Diniz vai de pijama ao “Dois às 10”

Big Brother. Joana Diniz vai de pijama ao “Dois às 10”

Joana Diniz foi a concorrente expulsa do “Big Brother – Duplo Impacto”. Acusada de ter passado os dias em pijama, surgiu na antena da TVI, já esta manhã, com roupa de dormir vestida.

Joana Diniz marcou presença no “Dois às 10” desta segunda-feira depois de, na noite de domingo, ter sido a concorrente expulsa do “Big Brother – Duplo Impacto“, da TVI. Para conversa com a dupla de apresentadores, Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos, a ex-concorrente vestiu um pijama.

“Vim de pijama, já que o pijama foi tão famoso”, brincou Joaninha, como é carinhosamente tratada, referindo-se ao facto de ter sido acusada de passar os dias na casa da Ericeira de roupa de dormir… ou mesmo a dormir.

A jovem admitiu que já contava que fosse a concorrente escolhida para abandonar o jogo. “Com toda a certeza”. E explicou o porquê de ter sido tão diferente neste reality show. “Sinceramente não estava a identificar-me com o programa em si. Identifiquei-me muito com alguns concorrentes. Entretanto começaram a sair e eu deixei de me identificar no jogo. Quem está dentro do jogo começa a perceber as coisas óbvias (…). É claro o jogo do Savate, os preferidos… Eu tenho consciência!”, contou.

Joana revelou ainda que soube o que era “ser muito adorada”, após a sua participação na quarta edição da “Casa dos Segredos”. Algo que não aconteceu desta vez. “Ou sou muito adorada ou muito detestada. Eu já soube o que era ser muito adorada e saí muito detestada. Neste caso sou a miss do pijama”, frisou. “Recebo muitas mensagens de carinho”, continuou, admitindo que, por outro lado, também viu um lado mais “negro”. “Os comentários que existiram relativamente à minha pessoa, à minha vida, foram negativos”. “Mas também não fizeram moça nenhuma”, acrescentou.

A jovem também falou das diferenças do jogo. “Desde que começou o primeiro BB e comecei a ver certas e determinadas atitudes que hoje em dia, na nossa sociedade, são mal interpretadas e julgadas gratuitamente. Eu comecei a perceber que os reality shows de hoje em dia não são com eram antes”, contou, dando a entender que “cá fora”, existe igualmente um jogo. “As redes sociais, o Instagram… Têm um poder muito grande”, salientou, recordado a polémica em que se viu envolvida com Hélder e Anuska.

“Fui muito abaixo com a situação do Hélder. Como é que uma brincadeira foi tão mal interpretada?!”, questionou.  “Não sinto que estive mal mas, por outro lado, sinto que estive mal. Sinto que deveria ter pedido desculpa à Anuska (…). Jamais, na minha vida, faria aquilo intencionalmente. Foi tudo uma brincadeira”, esclareceu.

Já sobre a relação com Gonçalo Quinaz explicou: “Conheço o Quinaz há muitos anos. Nunca tivemos nada”, contou. E acrescentou: “Entre amigos há mal-entendidos”, contou, recordado a situação do triângulo em que se viu envolvida juntamente com Helena.

Joana confessa que gostava que fosse o amigo a ganhar o jogo: “Gostava que ganhasse o Quinaz mas não sei até que ponto é que ele se vai aguentar-se no jogo. Está cansado”.

“Arrependes-te de ter entrado?”, questionou Cláudio Ramos: “Não”, respondeu visivelmente emocionada. “Foi pela tua filha?”, continuou o apresentador. “Sim”, disse. “Eu nunca escondi [o porquê de ter entrado] porque todos nós estamos a passar por uma fase complicada. Tinha de ir porque tinha. Precisava de fechar este ciclo”. “Foi o fim dos reality shows?”. “Foi”, rematou.

Texto: Márcia Alves; Fotos: Reprodução Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS