Beija o seu filho na boca? Saiba os riscos que a criança corre

Beija o seu filho na boca? Saiba os riscos que a criança corre

Beijar o filho na boca pode parecer um simples ato de carinho e para muitos pais não tem qualquer problema. No entanto, nem todos os especialistas aceitam esta atitude e deixam um alerta.

Beijar o filho na boca pode parecer um simples ato de carinho e para muitos pais não tem qualquer problema.

«Não é correto nem normal», respondeu a pediatra Maria do Céu Machado quando questionada pelo site Crescer sobre um tema que divide muitas opiniões. «Um abraço apertado e um beijo na cara são uma forma de carinho fantástico. O beijo na boca tem uma conotação sexual que a criança só identificará mais tarde, o que pode não ser necessariamente lesivo, mas qual é a necessidade?», questiona a presidente do Infarmed.

LEIA MAIS: Dânia Neto foi mãe e já há primeira foto do bebé

Sobre os riscos para a saúde das crianças, Maria do Céu Machado enumera alguns. «Em caso de doença infecciosa (herpes labial, constipação, gastroenterite, entre outras) pode ser veículo de infeção mais grave, pois a carga viral passada é maior do que pelo ar, especialmente o herpes, que pode ser contagioso em fase muito precoce. E quando os pais são fumadores, há vestígios de nicotina também absorvidos por esta via», alerta

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Beija o seu filho na boca? Saiba os riscos que a criança corre

Beijar o filho na boca pode parecer um simples ato de carinho e para muitos pais não tem qualquer problema. No entanto, nem todos os especialistas aceitam esta atitude e deixam um alerta.