António Ribeiro Telles em coma após ser colhido por touro

António Ribeiro Telles foi colhido por um touro no passado 15 de agosto durante uma corrida realizada em Reguengos de Monsaraz. Há novos pormenores sobre o estado de saúde do cavaleiro.

António Ribeiro Telles em coma após ser colhido por touro

António Ribeiro Telles em coma após ser colhido por touro

António Ribeiro Telles foi colhido por um touro no passado 15 de agosto durante uma corrida realizada em Reguengos de Monsaraz. Há novos pormenores sobre o estado de saúde do cavaleiro.

António Ribeiro Telles, de 58 anos, continua internado no Hospital do Espírito Santo, em Évora, depois de ter sido colhido por um touro durante uma corrida realizada em Reguengos de Monsaraz no passado domingo, 15 de agosto. O cavaleiro tauromáquico está em coma induzido após ter sido vítima de várias investidas do animal que o deixaram cerca de cinco minutos inanimado na arena. Os médicos pretendem, agora, começar a reduzir a sedação para acordar António Ribeiro Telles, uma vez que o seu estado de saúde está “estável”.

“O último TAC feito ontem descartou a existência de lesões ou quaisquer sequelas, o que significa que a recuperação, embora possa ser lenta, será a 100% – graças a Deus!”, pode ler-se no blogue “Farpas”.

Homenagem a João Moura gera revolta

O também cavaleiro tauromáquico João Moura, que foi acusado de maus tratos a animais depois de, em fevereiro do ano passado, terem sido encontrados e resgatados da sua herdade em Monforte 18 cães da raça Galgo subnutridos, prepara-se para ser homenageado no Campo Pequeno, em Lisboa.

O IRA – Intervenção Resgate Animal está a organizar uma manifestação contra o evento, marcado para 26 de agosto. “Como há portugueses que não têm vergonha na cara e ainda gozam com os direitos e o bem-estar dos animais, dia 26 de agosto estaremos na praça do Campo Pequeno com fotografias dos galgos esqueléticos que o João Moura quase matou à fome”, lê-se na descrição do grupo de Facebook intitulado “Contra homenagem a João Moura”.

“Quase 50 galgos não perderam a vida graças a uma patrulha da GNR de Monforte, sendo que 18 dos quais tiveram de ser imediatamente transportados para tratamentos veterinários. Quem quiser juntar-se aos elementos do IRA e mostrar que Portugal não tem lugar para este tipo de criminosos ou eventos de merd*, apareça! Faremos questão de estarmos bem visíveis no local!”, termina. Já há 7,9 mil pessoas interessadas em comparecer e mais de 1,4 mil confirmaram presença. Veja mais aqui.

Texto: Carolina Sousa e Ana Filipe Silveira; Fotos: Arquivo Impala

LEIA AINDA

Jornalista da TVI sofreu aneurisma cerebral e foi operado de urgência
Pedro Carvalhas, jornalista do “Diário da Manhã” da TVI, sofreu um aneurisma cerebral em 2011 e teve de ser operado de urgência. Recorda agora que deixou mensagens escritas para os filhos e a mulher. (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS