Alice Alves curada da covid-19: “Sinto-me bem e estou de volta!”

Alice Alves já testou negativo à covid-19. Em “liberdade”, após uma semana em recuperação, a repórter da TVI apressou-se para ir visitar o que mais sentiu falta: os seus familiares e o mar.

Alice Alves curada da covid-19: “Sinto-me bem e estou de volta!”

Alice Alves curada da covid-19: “Sinto-me bem e estou de volta!”

Alice Alves já testou negativo à covid-19. Em “liberdade”, após uma semana em recuperação, a repórter da TVI apressou-se para ir visitar o que mais sentiu falta: os seus familiares e o mar.

Alice Alves já testou negativo ao novo coronavírus e não perdeu tempo em partilhar a grande novidade nas redes sociais esta segunda-feira, dia 16 de novembro. “Tive alta”, escreveu. A repórter da TVI que esteve em contágio com um infetado de covid-19, apenas ficou uma semana de quarentena em casa.

Apesar de ter asma e ser uma doente de risco, apenas apresentou alguns sintomas, como alguma dor de cabeça, dores no corpo e sono. Agora, curada, afirma: “Sinto-me bem e estou de volta!”

De regresso à rotina e “em liberdade”, Alice Alves aproveitou para fazer duas das coisas que mais gosta. Visitar os seus familiares e ir ver o mar. O momento foi publicado na sua conta do Instagram onde aproveitou para agradecer todo o apoio sentido por parte dos seguidores durante o recolhimento. “Vocês foram tudo em dias de nada. Grata pelas palavras que me escreveram”, frisou a repórter do “Big Brother” e do “Somos Portugal.”

 

Distanciamento no trabalho não foi cumprido

Alice Alves não queria revelar que estava infetada com COVID-19, mas acabou por fazê-lo na madrugada deste domingo, dia 8 de novembro.“Estou em casa isolada ha? vários dias, a lutar contra o raio do vi?rus que insiste em me dar dores de cabeca, dores de corpo e muito sono”, anunciou a repórter do “Big Brother” e do “Somos Portugal” da TVI.
“Ele é chato, mas nã?o se preocupem que eu sou mais! Mais vale só do que mal acompanhada. Por isso, foge daqui corona, que ninguém te convidou”, brincou ainda.
Alice aproveitou para aconselhar quem a segue a “cumprir as normas da DGS” e a não facilitar “porque ‘o bicho’ não toca só aos outros”. “E os outros dos outros, somos nós. Estou sozinha mas sinto que a melhor parte do País está comigo. Obrigada pelas palavras, mensagens e telefonemas. Sinto muito mais carinho dentro de mim do que Covid-19. Cuidem-se e força a quem esta? a passar pelo mesmo”, terminou.

Texto: Inês Borges e Dúlio Silva; Fotos: Redes Sociais

 

Impala Instagram


RELACIONADOS